Após registrarem boas vendas em junho, os artesãos e empreendedores da economia solidária que comercializam na Vila do Forró, na Orla da Atalaia, estão com expectativas altas para o mês de julho. O espaço que integra o Arraiá do Povo, organizado pelo Governo do Estado, continuará por mais 30 dias, garantindo mais renda e movimentação da economia.

O secretário Jorge Teles destaca que a movimentação financeira proporcionada pelo evento vai além desses dois segmentos, alcançando 78 setores da economia sergipana. “O Estado investiu R$ 27 milhões na realização do Arraiá do Povo durante 30 dias e da Vila do Forró durante 60 dias, gerando, somente na área da festa, a circulação de mais de R$ 100 milhões”, destaca, com base na previsão feita pelo Observatório de Sergipe.

Além dos 30 contemplados pelo edital da Secretaria de Estado do Trabalho, Emprego e Empreendedorismo (Seteem), o Arraiá do Povo contou com 31 bares e lanchonetes, 12 quiosques de bebidas e 175 vendedores ambulantes cadastrados, gerando diversos empregos diretos e indiretos.

A empreendedora Isadora Bispo, que faz parte do Instituto Social Ágatha, e comercializa alimentos no espaço da Economia Solidária, está satisfeita pela oportunidade gerada nesses dois meses. Ela conta que se preparou para julho, que é o mês das férias.

“As vendas foram vendas boas, a gente conseguiu lucrar bem com o que estávamos vendendo. Como junho é festa junina, as pessoas vêm. Justamente por isso, a gente escolheu a comida típica. Mas já no mês de julho, vamos analisar se os clientes querem comida típica ou se vamos comercializar salgados, mas as expectativas são boas”, relatou a vendedora, explicando que sempre faz pesquisa de opinião com os clientes.

Para a artesã Cristina Beatriz, que é uma das rendeiras da Associação para o Desenvolvimento da Renda Irlandesa de Divina Pastora (Asderen), as expectativas, que eram boas, foram superadas em junho. “Independentemente de ser turista ou local, todos estão vindo conhecer a renda irlandesa. Somos do interior e muitos não têm tempo de disponibilidade de ir até lá, mas estão conhecendo nosso trabalho aqui no espaço. Está sendo muito melhor do que o esperado, muito melhor”, disse a artesã, acreditando que em julho não será diferente.

Maicon Douglas participa pela primeira vez do evento e comemora os resultados já obtidos até aqui. “As vendas foram ótimas. A expectativa é que seja ainda melhor, pois julho é o mês de férias e teremos muitos turistas, então esperamos que as vendas sejam ainda melhorem e que seja sucesso”, disse o artesão, que já foi contemplado em outro edital da Secretaria do Trabalho, para a Vila da Páscoa.

Dados positivos

Ainda com base no levantamento feito pelo Observatório de Sergipe, até o dia 30 de junho mais de um milhão de pessoas passaram pela área da festa, consumindo diariamente na área do evento. Muitos deles são turistas, que gastam cerca de R$ 200 por dia, durante a estada média de quatro dias em Sergipe.

Em junho é também o período do ano em que Sergipe mais atrai visitantes de fora. Na semana entre o São João e o São Pedro, os hotéis da capital registraram 97% de ocupação. Este ano, com os esforços do Governo do Estado, Sergipe ganhou mais 10 mil assentos em voos no Aeroporto Internacional de Aracaju durante o mês, facilitando a chegada de cada vez mais turistas.

Fonte, Secom – Estado.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  • Aracaju vai reunir grandes atrações no Samba Brasil neste sábado

    Aracaju vai ser palco de mais uma edição do Samba [...]

  • Prática de karatê melhora desempenho acadêmico dos estudantes da Fanese

    O universo das artes marciais se popularizou, moldando não apenas [...]

  • Influenciadora Vivi Siqueira inicia tratamento vascular com Dr. Fellipe Menezes

    Varizes e microvasos incomodam milhares de mulheres no mundo, não [...]

  • Governo debate oportunidades no setor de petróleo e gás com estudantes da rede pública no evento ‘O futuro do emprego’

    As perspectivas e oportunidades de emprego para os jovens sergipanos [...]

  • Agrese e Agenersa assinam protocolo para fortalecer regulação colaborativa

    A Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Sergipe [...]