Programa já foi lançado no Viva e estreia nos domingos da tv aberta em setembro

Quem passou pelas décadas de 70, 80 e até meados da segunda metade da década de 90, certamente vai lembrar do quarteto que fazia a alegria de muitas famílias nas noites de domingo. Os trapalhões reinavam quase que absoluto, batendo direto e de frente com outro fenômeno de audiência da época: o Programa Silvio Santos.

O sucesso dos quatro amigos era tamanho – isso por mais de 30 anos – que era quase que um compromisso dominical inadiável. Com piadas que certamente não seriam publicadas hoje, os trapalhões Didi, Dedé, Mussum e Zacarias divertiam com um humor ingênuo e sem utilização de recursos, digamos, com maior poder apelativo, mas que conferiam, sem dúvidas, uma melhor leveza as esquetes do programa.

Trapalhões em estilo mais comportado

E para comemorar os 40 anos dos Trapalhões, a Globo resolveu lançar uma reedição do programa. Idealizado nos moldes da Nova Escolinha do Professor Raimundo, os Trapalhões na versão 2017, traz personagens eternizados na memória afetiva do brasileiro, mas como citado anteriormente, sem os recursos linguísticos utilizados no formato original, com bordões desferidos e que caíram no gosto popular, a exemplo  do Cabeça de Cearensis – Mussum para Didi -, de cunho sexual, como Didi se referia ao Dedé ou até mesmo de caráter racial,  quando Didi se reportava ao Mussum.

O NOVO QUARTETO

Para o ressurgimento dos Trapalhões, foi preciso algumas reformulações de nomes dos personagens, como Didi – Didico -, Dedeco – Dedé – Mussa- Mussum -, e Zaca – Zacarias. A escolha dos atores que se incumbiriam de trazer o novo formato para o público que não lembra muito bem como eram os precursores do humor na tv, foi um processo não muito demorado.

Para Didi, agora intitulado de Didico, o ator Lucas Veloso ficou com a vaga. Já Dedeco- versão Dedé Santana-, foi escalado o ator Bruno Gissoni, no lugar do Mussum original ou agora chamado de Mussa, o ator e cantor Mumuzinho foi o escolhido e o eterno e talvez mais querido trapalhão, o ingênuo Zacarias, chamado na nova versão de Zaca, trouxe o ator Gui Santana – ex Pânico. Além deles, Nego do Borel interpreta Sorriso- ihh, nojento – que no original foi interpretado pelo inesquecível Tião Macalé.

O programa já foi ao ar no canal Viva e deve ser exibido em tv aberta em meados do mês de setembro. Se você ainda não viu, assista aqui um pouco dos Novos Trapalhões. https://youtu.be/_Ecws45iBCw

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  • Petrobras e BNDES vão criar fundo para apoiar startups de inovação

    A Petrobras e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e [...]

  • Níquel entra para a lista de minerais críticos e faz jus a subsídios

    A Ministra Federal dos Recursos da Austrália Ocidental, Madeleine King, [...]

  • BeFly Travel Sergipe lança pacotes para a Semana Santa 2024

    A Semana Santa 2024 está chegando, de 24 a 30 [...]

  • Desenrola Fies: negociação beneficia financiamento de novos alunos

    Foi com a ajuda do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) [...]

  • CCTECA promove observação da Lua e do planeta Júpiter com telescópios neste sábado, 24

    Acontece neste sábado, 24, o primeiro evento astronômico do ano [...]