Os festejos juninos seguem intensamente no país do forró. Além das diversas atrações do Arraiá do Povo, fortalecimento da cultura e economia, o evento do Governo do Estado disponibiliza ações de educação em saúde ao público. Na terça-feira, 25, a  Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio do Programa IST/Aids, esteve presente viabilizando 400 testes rápidos de HIV, sífilis e hepatites B e C,  na Unidade Móvel ‘Fique Sabendo’, gratuitamente.

As testagens vêm ocorrendo desde o início do mês, às terças-feiras, acumulando 640 testes disponíveis à população, no evento. Os exames são feitos pelas equipes de maneira prática, e o resultado é fornecido em cerca de 30 minutos. Já o estande da Saúde com o tema ‘Onde tem forró, tem prevenção’ segue funcionando todos os dias com orientações, distribuição de preservativos femininos e masculinos e folhetos informativos.

A referência técnica do Programa IST/Aids, Almir Santana, destaca que a iniciativa em grandes eventos como o Arraiá do Povo, busca fortalecer os cuidados preventivos entre os diversos públicos. “Considero a festa junina um espaço importante para passar informações sobre prevenção e oferecer testes rápidos. É uma festa com uma grande diversidade de pessoas e a iniciativa está dando certo. Além da ação, estamos com estudantes da Unit e UFS, fortalecendo a educação em saúde e orientando a população”, disse o médico.

Ao passar pela Vila do Forró, Alessandra Tavares, aproveitou para realizar a testagem. Além de curtir todos os atrativos do evento, a forrozeira destacou a importância da iniciativa. “Acho interessante e todo mundo deveria fazer. Aqui foi tudo organizado e achei rápido também, o que atrai bastante o público”, ressaltou.

Acenilza Ramos também aproveitou a disponibilização de testes. “Foi uma excelente oportunidade para colocar a saúde em dia, rapidinho, enquanto nos divertimos. A gente aproveita essa oportunidade e já fica sabendo se está tudo ok, ou seja, não tem aquele trabalho de se deslocar até um posto de saúde. Eu achei uma excelente iniciativa”, disse a forrozeira.

Além de realizar os testes rápidos, as pessoas receberam orientação de como prevenir as ISTs. Aquelas com laudos dos testes rápidos identificados como reagentes (positivos) recebem encaminhamento para os serviços de saúde, seja uma Unidade Básica de Saúde (UBS) e/ou serviços especializados, de acordo com o agravo, para a elucidação diagnóstica e início do tratamento.

 

Fonte: Agência Estado – SE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  • Aracaju vai reunir grandes atrações no Samba Brasil neste sábado

    Aracaju vai ser palco de mais uma edição do Samba [...]

  • Prática de karatê melhora desempenho acadêmico dos estudantes da Fanese

    O universo das artes marciais se popularizou, moldando não apenas [...]

  • Influenciadora Vivi Siqueira inicia tratamento vascular com Dr. Fellipe Menezes

    Varizes e microvasos incomodam milhares de mulheres no mundo, não [...]

  • Governo debate oportunidades no setor de petróleo e gás com estudantes da rede pública no evento ‘O futuro do emprego’

    As perspectivas e oportunidades de emprego para os jovens sergipanos [...]

  • Agrese e Agenersa assinam protocolo para fortalecer regulação colaborativa

    A Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Sergipe [...]