Defensor da realização da licitação para melhorar o sistema do transporte público de Aracaju, o vereador Ricardo Marques (Cidadania) tem visitado com frequência os terminais de integração e conversado com rodoviários e passageiros para conhecer de perto das dificuldades e necessidades enfrentadas por eles no dia a dia. Além de mostrar a realidade com registros durante os seus pronunciamentos na Câmara Municipal de Aracaju, pedir ajuda dos colegas do parlamento e da Prefeitura de Aracaju, Ricardo Marques também apresenta alternativas para colaborar com a fluidez do sistema.

Na última semana protocolou dois Projetos de Lei que se aprovados, irão melhorar de forma substancial o transporte de passageiros, em especial no tocante à qualidade dos ônibus que circulam na capital, reclamação essa constante por parte dos usuários. “Tudo deve ser pensado e avaliado com cautela. Os subsídios foram aprovados mas na prática até agora nenhuma mudança foi sentida, os problemas continuam. Protocolei leis e indicações que visam diminuir o sofrimento da população aracajuana. Como vereador, posso apenas sugerir e apresentar ideias, mas continuarei defendendo a licitação do transporte que irá organizar todo sistema e a quantidade de ônibus por linhas, além de trazer direitos e deveres para as empresas e para o poder público.

Os projetos de lei apresentados pelo vereadores Ricardo Marques buscam informar a população de forma clara o tempo de circulação de cada ônibus e busca ainda definir a idade média entre 5 e 7 anos para evitar que ônibus velhos, sujos e sucateados  continuem a transitar em Aracaju.

O parlamentar falou ainda sobre a possibilidade do reajuste na tarifa de ônibus. “A tarifa já é cara e o povo não pode pagar por um serviço sem qualidade. Eu sou contra o reajuste, porém caso ocorra, só deveria ser feito se houver essa garantia da renovação da frota com prazo estipulado. Fiz também uma outra indicação pedindo que a prefeitura via SMTT considere a possibilidade de organizar e orientar o fluxo de passageiros e as filas nos terminais nos horarios de pico para evitar tumultos e confusões. São ideias que acredito que podem aliviar a dor e o sofrimento dos usuários, enquanto a licitação não acontece.”

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  • Edição 240

  • Belivaldo entrega nova sede da Delegacia Regional de Propriá (SE)

     O intuito é garantir melhores condições de trabalho e atendimento [...]

  • Concluída reestruturação de trecho da Rodovia SE-170 em Itabaiana

    Moradores de Campo do Brito se mostram satisfeitos com recuperação [...]

  • Capacete Elmo: dispositivo criado no Brasil ajuda a reduzir em 60% intubação em pacientes com pneumonia

    Chamado de capacete Elmo, o respirador não invasivo idealizado pelo [...]

  • Pesquisadores conseguem cultivar plantas em solo lunar

    Pela primeira vez, cientistas conseguiram cultivar plantas em amostras de [...]