Sistema de transferências instantâneas do Banco Central (BC), o Pix bateu novo recorde na sexta-feira (5). Pela primeira vez, a modalidade superou a marca de 220 milhões de transações em 24 horas.

Somente no último dia 5, foram feitas 224,2 milhões de transferências via Pix para usuários finais. Segundo o BC, a movimentação também bateu recorde em volume de dinheiro, com R$ 119,4 bilhões em um único dia.

“Os números são mais uma demonstração da importância do Pix como infraestrutura digital pública, para a promoção da inclusão financeira, da inovação e da concorrência na prestação de serviços de pagamentos no Brasil”, disse o BC em comunicado.

O recorde diário anterior tinha sido registrado em 7 de junho, com 206,8 milhões de transações.

Criado em novembro de 2020, o Pix acumulou, no fim de junho, 165,8 milhões de usuários, conforme as estatísticas mensais mais recentes. Desse total, 151,8 milhões são pessoas físicas e 14,63 milhões, pessoas jurídicas. Em maio, segundo os dados consolidados mais recentes, o sistema superou a marca de R$ 2,13 trilhões movimentados.

 

 

Fonte: Agência Brasil

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  • FGTS tem lucro recorde de R$ 23,4 bilhões em 2023

    O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) teve, [...]

  • POLIOMIELITE: doença não tem tratamento específico, apenas suporte de sintomas; vacinação é a principal prevenção

    A poliomielite é uma doença infectocontagiosa causada pelo poliovírus, que [...]

  • Brasil registrou 166 focos de gripe aviária entre 2022 e 2024

    Entre 2022 e 2024, o Brasil registrou 3.130 suspeitas de [...]

  • Opera Sergipe ultrapassa marca de 14 mil cirurgias realizadas e melhora qualidade de vida dos sergipanos

    Lançado em julho de 2023, com o objetivo de ampliar [...]

  • Governo do Estado repassou mais de R$ 770 milhões para municípios no primeiro semestre

    O Governo de Sergipe repassou, no primeiro semestre deste ano, [...]