Por Fredson Navarro

A chegada da pandemia da Covid-19 obrigou o comércio a desacelerar. Muitas empresas não resistiram e fecharam as portas. Funcionários foram demitidos e a crise econômica ganhou força a partir do primeiro semestre de 2020. Os preços dispararam e a população teve que se adaptar ao “novo normal” em um cenário de muitas incertezas. De acordo com o IBGE, no primeiro ano da pandemia, o número de desempregados no Brasil ultrapassou 15,2 milhões, registrando um aumento de 14,9%, em comparação a 2019. Sergipe seguiu o panorama nacional.

As condições do mercado de trabalho levaram muitos a optarem pelo emprego informal e empreendedorismo. Ainda segundo o IBGE, o número de trabalhadores por conta própria, bateu recorde e registrou 25,5 milhões de pessoas em 2021. No mesmo período, o número de empregados no setor privado com carteira de trabalho teve queda de 10,1%, enquanto os que não tinham carteira assinada recuaram 12,9%.

Educadora financeira, Marina Farias, dá dicas de como investir no empreendedorismo

Educadora financeira, Marina Farias, dá dicas de como investir no empreendedorismo

Crise gera oportunidades
Na contramão destes dados, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o cenário econômico mostrou que a expectativa para o mercado de franquias disparou durante este momento desafiador para a economia brasileira. Enquanto muitos negócios fecharam e a inflação aumentou consideravelmente, investir em franquias passou a ser uma opção rentável para o investidor.

“O mundo foi atingido pela crise gerada pela pandemia e tudo mudou. Postos de empregos foram fechados e Sergipe acompanhou a tendência. Momento tenso e de muitas incertezas mas a crise sempre possibilita oportunidades, porém é necessário ter cautela e avaliar tudo com muito cuidado. Empreender sempre é arriscado e as franquias oferecem uma segurança no modelo de gestão do negócio. Investir o dinheiro recebido de uma rescisão após ser demitido é uma boa alternativa para driblar a crise e dar a volta por cima. Mas o investidor deve ser prudente e ter cuidado com os riscos”, alerta a educadora financeira, Marina Faria.

As franquias são uma opção de investimento mais seguras, pois o empreendedor tem suporte da franqueadora em toda a jornada do negócio, que garante mais estabilidade e menos chances de fechamento. “As franquias oferecem treinamentos, metas financeiras bem estabelecidas, planejamento do negócio e o apoio da franqueadora fazem com que as chances de sucesso aumentem neste cenário onde a economia é instável. Além disso, existem opções de franquias de baixo investimento, o que pode ser um fator relevante para o empreendedor que tem pouco recurso e precisa ter renda. Mas empreender exige capacitação, coragem e muita vontade”, explica a educadora que também é empreendedora e presta serviços para diversas empresas.

Marina ressaltou que para quem estava acostumado a trabalhar com CLT (Carteira de Trabalho) deve ter uma nova mentalidade e entender como funciona o empreendedorismo. “Tudo muda e o olhar passa a ser de empreendedor. Não é fácil começar e para isso é necessário passar por capacitações para entender o processo e se preparar antes de investir para evitar grandes prejuízos. Por exemplo, um professor pode ser bom profissional na sua área, trabalhando em uma empesa sem se preocupar com questões de gestão financeira e administrativa mas para ele investir em ser dono do próprio negócio como investindo em comprar uma escola, deve se preparar para saber gerir e alcançar o sucesso. São funções bem distintas e isso precisa estar claro”, pondera.

A educadora financeira alertou ainda que o investimento é a longo prazo. “Uma empresa demora cerca de 5 anos para se consolidar e ter uma saúde financeira no azul. É necessário ter paciência e sabedoria. Os novos empreendedores que iniciaram o negócio em 2020 têm até 2025 para ter o resultado esperado e eficaz”.

Superintendente do BNB em Sergipe, César Santana comemora conquistas dos empreendedores sergipanos

Linhas de Crédito do BNB
Mas como investir em um mercado que está morno? Em 2023, os empresários sergipanos participaram de reunião na superintendência do Banco do Nordeste no estado e ficaram entusiasmados com as opções de linhas de crédito oferecidas. O presidente do BNB, José Gomes da Costa, estimulou a ampliação das operações na região e apoiou as empresas locais. No primeiro semestre ano passado, o BNB aplicou mais de R$ 1,3 bilhão em Sergipe, somadas as operações do Crediamigo.

“Desde o início da pandemia eu estava de olho nas franquias mas não tinha como investir. As linhas de créditos anunciadas pelo BNB me emocionaram e comecei a sonhar. Consegui um empréstimo que se encaixou muito bem nas minhas condições e negócio, em dois meses abri a minha loja com produtos de cosméticos da Avon que é referência em todo o mundo mas estava perdendo espaço em Sergipe com a chegada de novas empresas. Já fui vendedora, conheço e uso os produtos desde quando era criança e consegui abrir minha loja, contratei duas funcionárias e no fim do ano, a procura aumentou e foi necessário trazer mais uma pessoas para trabalhar com a gente. Sou grata ao BNB pela confiança e oportunidade”, orgulha Maria José Feitosa.

Durante um encontro com empreendedores, em agosto de 2022, o superintendente estadual do BNB, César Santana, comemorou a conquista de Maria José e destacou oportunidades de melhoria executadas pela instituição para simplificar o acesso ao crédito e dar mais agilidade à tramitação das propostas. Ele citou ações como a digitalização de processos, a redução de etapas contratuais e o lançamento de produtos digitais.

“Essa conquista é uma forma de demonstrar que os produtos e os serviços oferecidos pelo Banco têm qualidade para atenderem as necessidades do setor produtivo local”, vibra.

Thiago Oliveira apresenta programas do Sebrae disponibilizados para os novos empreendedores

Incentivo do Sebrae
De olho nesses novos empreendedores, o Sebrae desenvolve projetos para acolher, orientar e possibilitar segurança, preparo e tranquilidade com a realização das capacitações.

“As linhas de crédito do BNB ajudam muito mas sem orientação não tem como ter sucesso no negócio. O primeiro passo é que o novo empreendedor conheça a franquia que é um tipo de negócio baseado na compra da licença de uso de um modelo já testado e validado pelo mercado. Além da marca, o franqueado possui todo apoio necessário para o desenvolvimento do negócio, incluindo sistema, produto ou serviço, processos e outros elementos necessários, a depender do segmento da franquia. Mesmo em modelos de negócios já consolidados, o Sebrae pode ser um grande parceiro, sobretudo no processo de formação do empreendedor e amadurecimento da cultura organizacional. O Empretec, por exemplo, é um programa das Nações Unidas (ONU) focado no desenvolvimento do comportamento empreendedor buscando criar pequenos negócios sustentáveis, inovadores e internacionalmente competitivos”, explica Thiago Oliveira. Gerente da unidade de atendimento coletivo do Sebrae

Embora as franquias possuam modelos de negócios bem definidos, existe uma autonomia por parte do franqueado para criação de micro processos no sentido de otimizar a operação, considerando as especificidades regionais.

“O Sebrae pode contribuir para melhorar processos na parte de gestão financeira, gestão de clientes, gestão de pessoas, além de processos como estoque e compras. Através das consultorias gerenciais, o Sebrae apoia os pequenos negócios em todos os temas relacionados aos processos de gestão. Inovação, naquilo que couber ao franqueado, é tema importante para o Sebrae e para os pequenos negócios. Assim, o Sebratec é a ferramenta utilizada para apoiar os pequenos negócios na temática inovação”, reforça Thiago.

Sebrae acolhe e capacita os novos empreendedores em Sergipe

Sebrae acolhe e capacita os novos empreendedores em Sergipe

Novos empreendedores
Após trabalhar durante 17 anos como motorista em uma empresa do ramo de roupas que não resistiu à crise e fechou as portas, Pedro Santiago, foi demitido em 2020 e ficou desesperado.

“Fiquei sem chão, sem saber como ia continuar sustentando a minha família. Recebi o dinheiro da rescisão, FGTS e ainda juntei com a minha reserva financeira, coloquei em uma poupança e tentei não mexer. Fui usando o seguro-desemprego mas sabia que ia acabar nos próximos meses. A sensação era de impotência e muito medo, não sabia por onde ir até que coloquei a cabeça pra funcionar e pensei que poderia pegar o dinheiro e investir em algo meu mas não sabia por onde ir. Conheci as linhas de créditos do BNB, me animei e fui em busca de capacita~]ao. Fiz o curso Empretec e participei também do Sebratec do Sebrae e abri a mente. As capacitações foram um divisor de águas em minha vida, foi transformador”, reconhece.

Espaço Herbalife de Pedro foi o primeiro inaugurado na região que ele mora em Itabaiana

Franquia Herbalife
Pedro decidiu investir no empreendedorismo e passou a avaliar tudo antes de dar o próximo passo. “Comecei a estudar e vi que o mercado de franquia estava em ascensão. O que me seduziu foi ter toda estrutura de gestão pronta para colocar em prática. Decidi investir. O próximo passo foi ver as minhas condições para conquistar uma linha de crédito do BNB e escolher uma franquia que tivesse um investimento inicial baixo. Ao mesmo tempo teria que ser algo que tivesse a ver comigo. Avaliei cerca de 40 e me encaixei no modelo da Herbalife que envolve o meu estilo de vida que é mais saudável também”, orgulha-se.

O novo empreendedor fez uma reforma na sua casa e no primeiro andar construiu o espaço para montar a franquia. “Tudo foi se encaixando e deu certo. Resolvi toda a parte burocrática para a abertura da empresa na Jucese com o apoio do Sebrae e em dois meses eu inaugurei a loja. Convidei amigos, vizinhos e fluiu. Passei a contar com a ajuda da minha esposa e um primo. O movimento aumentou, o negócio cresceu e emplacou muito rápido. Foi preciso contratar dois funcionários para conseguir atender a demanda e fiquei muito feliz em trazer dois colegas que trabalhavam comigo na rede que fechou. Hoje me sinto seguro e muito satisfeito com o negócio” vibra.

Variedade da loja agradou sergipanas antenadas com as tendências da modaFranquia Raphaella Booz
A administradora e Master Coach, Taíssa Rebêlo e seu7 esposo, também seguiram o mesmo caminho e decidiram investir em franquia e trazer para Aracaju uma novidade para as mulheres.

“Estamos vivendo uma mentalidade de enriquecimento e fazer investimentos. Um ponto em comum entre o casal e sócios já era investir no seguimento de moda feminina com calçados e bolsas. Fizemos pesquisas e entendemos que em época de crise surgem muitas oportunidades. Conhecemos a marca Raphaella Booz que é uma empresa de Santa Catarina e está no mercado há mais 50 anos. Observamos que seus valores se alinham com os nossos e a rede está em franca expansão. Logo, identificamos uma excelente oportunidade neste momento. Fomos até a sede conhecer toda a estrutura e ver como funciona e nos encantamos ainda mais”, recorda Taíssa.

O casal que são sócios no negócio disse que o modelo de gestão da empresa ofereceu segurança e tranquilidade para investir na franquia. “Tudo é muito bem organizado desde a estratégia comercial, operação até a movimentação diária. Sentimos segurança e essa expertise foi muito importante para a gente. A franquia nos trouxe essa segurança em relação a gestão do negócio que é novo para a gente. A experiência tem sido desafiadora, mas agradável, e estamos desbravando um seguimento novo com felicidade. Os ganhos são muitos e nos fortalecem a cada dia”, comemora a franqueada.

A loja foi inaugurada em janeiro de 2022 em Aracaju e a nova franqueada da Raphaella Booz disse que a aceitação das clientes sergipanas tem sido muito positiva. “Os produtos são de qualidade e passam para as clientes o conforto para que elas vivam uma experiência muito agradável com relação ao uso das bolsas e sapatos. A matéria prima é de primeira qualidade com acabamentos incríveis. A gente tem a missão de oferecer o conforto que a cliente alinhado em estar antenada com a moda. Trabalhamos em família e ainda fizemos contratações de funcionários também”.

Roberto Lima foi eleito ‘Melhor Jovem Empreendedor de 2022 do Prêmio Olho Vivo’

Franquia Vai Voando 
Inquieto, ousado e cheio de sonhos, o jovem Roberto Lima, que ama viajar, seguiu a tendência, fez capacitações, conseguiu uma linha de crédito com o seu perfil no BNB, investiu na franquia da Agência Vai Voando e trouxe a primeira unidade para Sergipe em fevereiro de 2022. Roberto fez a inauguração da sua agência Lima Turismo e comemora os resultados.

“Sempre fui muito corajoso para investir no novo. Apesar de amar viajar, nunca havia tido nenhuma experiência com uma agência de viagem. Já passei por diversas áreas, fui estudante de Direito e de Enfermagem, atuo na área da saúde mas não tive dúvidas de investir no turismo. O início foi muito desafiador por começar o negócio justamente no meio da pandemia mas eu sabia que a fase ia passar e os frutos seriam colhidos. Eu também busquei ajuda do Sebrae, fiz cursos e cheguei bem seguro, com os pés no chão. Sabia dos riscos e lentidão no retorno, afinal tudo deve ser planejado, investido com cautela para chegar aos objetivos”, avalia o empreendedor.

O franqueado Roberto Lima começou o negócio no Conjunto João Alves, em Nossa Senhora do Socorro e no ano seguinte expandiu a agência com a inauguração de uma loja no Bairro Bugio em Aracaju.

“Contratei funcionários e juntos fomos aprendendo a conquistar o cliente em uma fase difícil com os voos sendo cancelados e o mercado fechado. O pós-pandemia começou com outro desafio, os constantes reajustes dos preços dos combustíveis e dólar em alta, ou seja, as passagens ficaram mais caras mas seguimos em busca de oferecer o melhor e conseguimos seduzir os clientes com as nossas vantagens de vender pacotes com antecedência e dividir em até 12 vezes no boleto, ou seja qualquer pessoa pode comprar sem precisar de cartão de crédito ou consulta ao SPC e Serasa”, cita o segredo do sucesso.

Lima também reconheceu as vantagens de ser franqueado de uma agência que é referência no seguimento no país. “A Vai Voando está no mercado desde 2009 e se destaca com a proposta de fazer pacotes de viagens para todos os públicos com destino para qualquer local do Brasil com passagens aéreas ou de ônibus e hospedagem nos melhores estabelecimentos com preços baixos. Agora ficou mais fácil viajar de avião e todos podem. Oferecemos ao cliente segurança, conforto, melhores preços e comodidade com o modelo de viagem pré-paga. É possível se programar e fazer uma viagem tranquila pagando o preço justo”, garante.

O resultado foi muito positivo em o franqueado Roberto Lima foi indicado e conquistou o Prêmio Olho Vivo – Melhores de 2022 do Cinform – na categoria ‘Jovem Empreendedor’. “A gente faz o melhor sem esperar esse reconhecimento e quando vem, a comemoração deve ser ainda maior. A responsabilidade aumentou ainda mais. Fiquei muito feliz e estou satisfeito com o negócio”, vibra.

Seguimento em ascensão 
Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o ramo movimentou mais de R$ 186 bilhões em 2021 e teve um aumento de 6,9% em comparação ao ano anterior, ou seja, as franquias conseguiram resistir à crise e os empresários passaram a enxergar possibilidades de sucesso mesmo diante do atual cenário. O mercado mostrou resiliência na pandemia e já apresenta perspectivas melhores, conforme apontam os dados da pesquisa.

No acumulado dos últimos 12 meses, a pesquisa mostra que o setor de franquias apresentou uma variação positiva de 8,4% em sua receita, com um avanço de R$ 168,177 bilhões para R$ 182,381 bilhões – próximo aos R$ 182,657 bilhões registrados no mesmo período em 2019. O setor também totalizou 1.388.560 trabalhadores diretos nos meses de julho, agosto e setembro deste ano.

Sebrae
O Sebrae é parceiro dos pequenos negócios em qualquer segmento e possui diversas formas de apoiar os empreendedores nos desafios do dia a dia. Através do 0800 570 0800 o empreendedor consegue agendar um horário de atendimento e conhecer todo portfolio do Sebrae para saber aquilo que mais se adequa às necessidades atuais do negócio.

@fredsonnavarro
jornalistanavarro@gmail.com

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  • Aracaju vai reunir grandes atrações no Samba Brasil neste sábado

    Aracaju vai ser palco de mais uma edição do Samba [...]

  • Prática de karatê melhora desempenho acadêmico dos estudantes da Fanese

    O universo das artes marciais se popularizou, moldando não apenas [...]

  • Influenciadora Vivi Siqueira inicia tratamento vascular com Dr. Fellipe Menezes

    Varizes e microvasos incomodam milhares de mulheres no mundo, não [...]

  • Governo debate oportunidades no setor de petróleo e gás com estudantes da rede pública no evento ‘O futuro do emprego’

    As perspectivas e oportunidades de emprego para os jovens sergipanos [...]

  • Agrese e Agenersa assinam protocolo para fortalecer regulação colaborativa

    A Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Sergipe [...]