O Ministério da Saúde em uma medida que busca a redução de partos cesáreos sem necessidade criou um sistema de monitoramento online que acompanhará a quantidades de partos cesáreos no Sistema Único de Saúde (SUS).

A partir do dia 19 de março gestores e usuárias do SUS podem acompanhar o monitoramento no site da Secretaria de Vigilância e Saúde.

Em 2017 mais de 40% dos partos realizados no país em serviços de saúde públicos foram cesarianas.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  • Brasil registra tendência de aumento do número de casos de Síndrome Respiratória Aguda

    Dados mais recentes do Boletim InfoGripe, da Fundação Oswaldo Cruz [...]

  • Nova presidente da Caixa anuncia primeiras medidas à frente do banco

    Daniella Marques Consentino tomou posse no comando da instituição  Por [...]

  • Matou esposa a faca, em Indiaroba (SE). PM prendeu o assassino

    Vítima foi morta com golpe de faca no último domingo [...]

  • Polícia Civil divulga balanço da Operação Narcos na Grande Aracaju

    Ação aconteceu em todo país, do dia 27 de junho [...]

  • Ministério da Saúde reforça importância da vacina de febre amarela, postos de saúde de todo o Brasil oferecem dose contra a doença

    O Ministério da Saúde faz um alerta sobre a febre [...]