Expectativa é que o retorno financeiro para o Estado siga a tendência de crescimento do ano anterior

A realização de grandes eventos tem sido uma das principais ferramentas utilizadas pelo Governo de Sergipe para aquecer a economia, e essa estratégia tem sido convertida em números positivos para o estado. Prova disso foram os R$ 61 milhões que impactaram na arrecadação durante o período de junho de 2023, quando a gestão estadual resgatou o mote ‘Sergipe é o país do forró’ e investiu R$ 15 milhões nos festejos juninos na capital e no interior.

Os dados foram constatados a partir de estudo inédito realizado pelo Observatório de Sergipe, vinculado à Secretaria Especial de Planejamento, Orçamento e Inovação (Seplan), em parceria com o Instituto Federal de Sergipe (IFS), Universidade Federal de Sergipe (UFS), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Indústrias de Sergipe (Sebrae/SE) e Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Sergipe (Fecomércio-SE).

Para 2024, com o objetivo de obter resultados ainda melhores, o investimento do Governo do Estado nos festejos juninos foi ampliado para R$ 27 milhões, o que corresponde a um aumento de 80%. Com isso, segundo o presidente da Fundação de Cultura e Arte Aperipê de Sergipe (Funcap), Gustavo Paixão, espera-se que o retorno financeiro para o estado siga a tendência de crescimento. “No ano passado, a partir dos R$ 15 milhões investidos, tivemos o retorno de R$ 61 milhões, e como este ano aumentamos esse investimento em 80%, estimamos que o impacto na arrecadação siga esse movimento, o que nos deixa confiantes de termos o retorno de mais de R$ 100 milhões para a nossa economia”, argumenta o gestor.

A arrecadação referente a patrocínios foi outra que cresceu (de R$ 1,7 milhão, em 2023, para R$ 4.9 milhões, em 2024), assim como o do segmento de bares (de R$ 120 mil, em 2023, para R$ 1,5 milhão, em 2024).

Outra medida adotada pelo Governo do Estado para garantir um retorno ainda melhor este ano foi a antecipação da divulgação dos festejos: enquanto no ano passado o governador Fábio Mitidieri anunciou a programação junina do estado em maio, em 2024 houve a decisão de adiantar o anúncio para o início do mês de março, a fim de atrair mais turistas para o estado. “Reconhecemos o papel da informação na tomada de decisões, e para garantir que ninguém deixasse de vir a Sergipe no período junino por não ter se planejado a tempo, o governo optou pela estratégia de divulgar nossa programação antecipadamente. Inclusive, saímos na frente e fomos o primeiro estado do país a fazê-lo, e já recebemos retornos muito positivos do setor hoteleiro. Uma demonstração disso foram os dez mil assentos a mais disponibilizados para voos de chegada a Sergipe nos meses de junho e julho”, justifica o secretário Especial de Comunicação Social, Cleon Nascimento.

Preocupada em dar continuidade aos estudos de impacto financeiro dos festejos juninos, a gestão estadual já assegurou a realização de uma nova pesquisa para 2024, também a ser conduzida pelo Observatório de Sergipe. “Desde o ano passado, o Governo do Estado tem vários parceiros para ajudar nesse trabalho de mensurar os impactos do investimento em São João em nossa economia, dentre eles, a UFS [Universidade Federal de Sergipe], mais especificamente o Departamento de Economia. Um dos projetos em que eles estão trabalhando é de calcular o retorno que o investimento público nos festejos dá para a nossa economia. O segundo projeto que também está sendo maturado é de ver os retornos na área de geração de emprego”, revela o subsecretário de Estudos e Pesquisas da Seplan, Ciro Brasil, responsável pelo Observatório.

Arraiá do Povo

Na prática, a ampliação dos investimentos do Governo do Estado nos festejos juninos se reflete, também, em benefícios tanto para quem vai trabalhar quanto para quem vai aproveitar os eventos. No caso do Arraiá do Povo, por exemplo, a área da arena de shows contará com 18 mil metros quadrados a mais que no ano anterior.

Além disso, a quantidade de vagas para comercialização de alimentos e bebidas também foi expandida: em 2023, foram 61 vendedores ambulantes; em 2024, serão 140 vendedores de bebidas e 12 barracas de comida, mais as novidades de 16 foodtrucks e 24 pontos de drinks, ou seja, um total de 192 ambulantes somente na área da arena de shows. Ainda houve o aumento do número de bares e restaurantes presentes no evento: em 2023, foram oito bares e cinco lanchonetes, enquanto em 2024 serão 12 vagas somente na arena de shows e mais quatro no espaço da Vila do Forró, 16 ao todo.

Intermediado pela Secretaria de Estado do Trabalho, Emprego e Empreendedorismo (Seteem), o espaço destinado à comercialização de artesanato e economia solidária foi responsável pela geração de cerca de R$ 3 milhões para esses empreendedores no ano passado; este ano, o espaço foi duplicado, com a perspectiva de ampliar esses resultados na mesma proporção.

Com o intuito de levar inclusão e oportunizar mais geração de renda para as pessoas com deficiência, outra novidade do Arraiá do Povo para este ano é o Bar da Inclusão, onde os clientes serão atendidos com acessibilidade e os trabalhadores contratados também serão pessoas com deficiência.

Além disso, o público do evento também poderá contar com um parque de diversões, com a disponibilização de mais de dez mil cortesias solidárias destinadas à rede pública de ensino e a entidades sociais.

Quando observado o número de atrações contratadas para os festejos juninos em Aracaju, também percebe-se o reflexo do maior investimento do Governo do Estado nos eventos: em 2023, houve 250 atrações espalhadas por cinco pontos da cidade, enquanto este ano o número ultrapassará 300 artistas, entre sergipanos, nacionais, quadrilhas juninas e trios pé de serra.

Fábio Mitidieri

O governador Fábio Mitidieri destacou a gama de oportunidades geradas pela festividade para a economia sergipana, por meio do turismo, geração de emprego e renda. “Estou muito feliz em abrir junho com o Arraiá lotado! Aproveito para convidar todos para conhecer esse espaço, que está lindo. A Vila do Forró foi ampliada, temos o Barracão ainda maior, um túnel de imersão que oferece uma experiência fantástica até chegar ao Arraiá. Este ano, são três entradas, dando mais oportunidades de acesso, com conforto para quem chega. Temos a expectativa de arrecadação de R$ 100 milhões. Geramos, no ano passado, 3.400 empregos temporários”.

“A expectativa é que este ano bata os 5 mil empregos temporários. Estamos com 10 mil novos assentos nos voos para Aracaju somente no mês de julho, mostrando que Sergipe é, cada vez mais, um dos melhores destinos e mais procurados do Brasil. Pela primeira vez, estamos entre os 15 destinos do Brasil mais procurados, o que demonstra claramente que a política de investimentos na divulgação tem dado certo”, enfatizou Miditieri.

O chefe do executivo estadual evidenciou, ainda, o sentimento de orgulho e pertencimento que a valorização da cultura nordestina traz aos sergipanos. “Os festejos juninos são a expressão máxima de nossa cultura e identidade. Este ano, estamos homenageando a renda irlandesa no palco principal do Arraiá, que é Patrimônio Cultural e Imaterial de nosso estado. Desejo que todo sergipano e todo nordestino se sintam representados e orgulhosos”. 

FRASES

“No ano passado, a partir dos R$ 15 milhões investidos, tivemos o retorno de R$ 61 milhões”

“Fomos o primeiro Estado do País a divulgar a programação e já recebemos retornos muito positivos do setor hoteleiro”

“Estou muito feliz em abrir junho com o Arraiá lotado!”

“Pela primeira vez, estamos entre os 15 destinos do Brasil mais procurados”

“Os festejos juninos são a expressão máxima de nossa cultura e identidade”

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  • FGTS tem lucro recorde de R$ 23,4 bilhões em 2023

    O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) teve, [...]

  • POLIOMIELITE: doença não tem tratamento específico, apenas suporte de sintomas; vacinação é a principal prevenção

    A poliomielite é uma doença infectocontagiosa causada pelo poliovírus, que [...]

  • Brasil registrou 166 focos de gripe aviária entre 2022 e 2024

    Entre 2022 e 2024, o Brasil registrou 3.130 suspeitas de [...]

  • Opera Sergipe ultrapassa marca de 14 mil cirurgias realizadas e melhora qualidade de vida dos sergipanos

    Lançado em julho de 2023, com o objetivo de ampliar [...]

  • Governo do Estado repassou mais de R$ 770 milhões para municípios no primeiro semestre

    O Governo de Sergipe repassou, no primeiro semestre deste ano, [...]