O Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado do Turismo (Setur) e da Secretaria de Estado do Meio Ambiente, Sustentabilidade e Ações Climáticas (Semac), em conjunto com as prefeituras de Macambira, São Domingos e Campo do Brito, vai realizar audiências públicas para a criação da Unidade de Conservação do Complexo Serra da Miaba. As audiências vão acontecer de 27 a 29 de maio de 2024, nos respectivos municípios. O objetivo é apresentar o projeto proposto, a importância ambiental dele e outros pontos relevantes para o desenvolvimento da sustentabilidade, debatendo a validação da implantação com a comunidade.

Nesta segunda-feira, 27, o evento acontecerá em Macambira, no Centro Comunitário, localizado na Avenida Ana Luíza Dortas Valadares, Centro. Já na terça-feira, 28, será a vez de São Domingos, no Auditório da Secretaria Municipal de Assistência Social, que fica na Rua José Urquiza, 37, no primeiro andar. E, na quarta-feira, 29, o encontro será realizado em Campo do Brito, no salão de eventos da prefeitura, na Rua Padre Freire, 20. As audiências acontecerão sempre a partir das 9h.

De acordo com a engenheira ambiental da Setur, Thassia Luiza Santana, vale destacar a importância de proteger ambientes de alta relevância ambiental para a manutenção e o equilíbrio dos ecossistemas que envolvem áreas naturais significativas no entorno da Serra da Miaba e os recursos hídricos expressivos que englobam os municípios de Macambira, São Domingos e Campo do Brito. “Nas audiências, a proposta da Unidade de Conservação a ser apresentada deverá ser dialogada com as comunidades locais e com os representantes de órgãos e da sociedade civil. É, portanto, imprescindível a participação de todos. Em virtude disso, a Setur, a Semac e as prefeituras reforçam a importância da máxima presença, para validação desse instrumento de gestão ambiental”, explica Thassia.

O secretário de Estado do Turismo, Marcos Franco, ressalta a importância de a Setur fomentar políticas públicas com foco ambiental, objetivando desenvolver o turismo de forma sustentável no estado. Na opinião do gestor, a criação da Unidade de Conservação do Complexo da Serra da Miaba é essencial para consolidar essa política pública. “O primeiro passo para o fortalecimento do turismo sustentável naquela região é a realização de audiências públicas. Precisamos, além de apresentar nossa proposta para a criação da Unidade de Conservação, ouvir a comunidade, as demandas dela, para, posteriormente, fazer os acréscimos e ajustes necessários à proposta. Afinal, precisamos desenvolver o turismo no interior do estado, oferecendo aos turistas e visitantes mais opções de atrativos, mas sem prejudicar o meio ambiente”, argumenta.

Fonte: Agência Estado – SE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  • Aracaju vai reunir grandes atrações no Samba Brasil neste sábado

    Aracaju vai ser palco de mais uma edição do Samba [...]

  • Prática de karatê melhora desempenho acadêmico dos estudantes da Fanese

    O universo das artes marciais se popularizou, moldando não apenas [...]

  • Influenciadora Vivi Siqueira inicia tratamento vascular com Dr. Fellipe Menezes

    Varizes e microvasos incomodam milhares de mulheres no mundo, não [...]

  • Governo debate oportunidades no setor de petróleo e gás com estudantes da rede pública no evento ‘O futuro do emprego’

    As perspectivas e oportunidades de emprego para os jovens sergipanos [...]

  • Agrese e Agenersa assinam protocolo para fortalecer regulação colaborativa

    A Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Sergipe [...]