Entre esta quinta-feira, 23, e sexta-feira, 24, Aracaju sedia a quarta edição do Fórum Unicidades. A iniciativa da qual o secretário municipal da Infraestrutura e presidente da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), Sérgio Ferrari, é vice-presidente, traz proposta de debater ideias e propostas urbanísticas.

A programação do primeiro dia contou com um painel que discutiu as mudanças climáticas e planejamento urbano, com a mediação da coordenadora-geral de Adaptação às Mudanças Climáticas do Ministério do Meio Ambiente e Mudanças Climáticas, Inamara Melo, e participações da coordenadora de Desenvolvimento Urbano da WRI Brasil, Laura Azevedo, e o arquiteto do município gaúcho de São Leopoldo, João Henrique Dias, uma das cidades mais atingidos pela tragédia do Rio Grande do Sul.

Além disso, foi apresentada a experiência da Prefeitura de Aracaju com duas iniciativas inovadoras: a PPP da iluminação pública da capital, que modernizou todo o parque com lâmpadas de LED, e a adoção do mapeamento georreferenciado de problemas urbanos com veículos dotados de inteligência artificial.

“Aracaju é uma das cidades pioneiras na criação do Fórum Unicidades, que é uma organização que estimula o compartilhamento de ideias e o debate sobre presente e futuro das cidades. Este é o quarto encontro presencial, mas todos os meses temos o evento virtual. Cada município apresenta suas experiências em diversas áreas, como urbanismo, controle climático, licenciamento, habitação, regularização fundiária e muito mais. É um momento criativo e importante para o debate. Cada um tem a sua ideia, mas compartilhá-las encurta a distância para executar o trabalho. Temos muita satisfação em sediar o Fórum, no qual debatemos, hoje, mudanças climáticas”, comenta Sérgio Ferrari.

O intuito deste encontro é estimular o debate e a troca de experiências entre secretários de planejamento e desenvolvimento urbano de todo o país, para buscar soluções atuais e eficazes para os problemas das cidades.

A secretária executiva do Fórum Unicidades, Mariana Noronha, destaca a relevância dos encontros. “É muito importante trazer essas lideranças municipais de todas as regiões do país para debater presencialmente. São momentos preciosos para aprofundar os debates, trazer propostas, tomar decisões em conjunto e definir as prioridades do Fórum ao longo do ano. São momentos produtivos, agradáveis e enriquecedores, do ponto de vista da troca de experiências, dialogar sobre propostas junto ao Governo Federal e outros atores. O painel da parte da manhã, sobre Adaptação a Mudanças Climáticas e Planejamento Urbano, já estava previsto na programação antes da tragédia no Rio Grande do Sul, e era uma das nossas prioridades. Foi muito importante a presença do Governo Federal aqui, que apresentou as ações, políticas e proposições para apoiar as cidades”, detalha.

Estiveram presentes no evento profissionais de cidades sergipanas como Aracaju, São Cristóvão, Barra dos Coqueiros e Estância, e de outros municípios brasileiros, a exemplo de Taboão da Serra e Piracicaba (SP), Campo Grande (MS), Recife (PE), Maceió (AL), Saquarema e Niterói (RJ) e Lucas do Rio Verde (MT).

Na próxima sexta-feira, 24, haverá uma roda de conversa sobre iniciativas municipais para o desenvolvimento urbano e uma apresentação sobre o Plano Local de Habitação de Interesse Social de Aracaju, com o diretor de Habitação da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), Fernando Souza, e Sarah França, da Universidade Federal de Sergipe (UFS). À tarde, está prevista uma visita técnica ao conjunto habitacional de interesse social em construção na comunidade das Mangabeiras, no bairro 17 de Março.

Fórum Unicidades

O Fórum Unicidades foi criado em 2021, com a proposta de formar um espaço compartilhador de referências, com atividades para intercâmbio de ideias, conexão com outras redes de parceiros e envolvimento mútuo para captação de recursos federais, desenvolvimento de projetos e aplicação de instrumentos urbanísticos.

Outro aspecto importante que marcou a criação do grupo foi a celebração de 20 anos da criação do Estatuto das Cidades, marco legal que direciona o desenvolvimento e planejamento urbanos.

Hoje, são parte do Fórum representantes de cerca de 90 municípios, de todas as regiões do país. O Fórum é apoiado pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP), entidade presidida pelo prefeito Edvaldo Nogueira, e pela WRI Brasil.

Fonte, Agência Aracaju de Notícias.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  • Dois celulares são roubados ou furtados por minuto no Brasil

    No Brasil, quase dois celulares são roubados ou furtados por [...]

  • BC eleva para US$ 500 mil limite cambial de instituições não bancárias

    A partir de 2 de setembro, as instituições financeiras não [...]

  • Projetos do Governo que reajustam salários e gratificações para profissionais da segurança pública são aprovados na Alese

    Em mais uma ação de valorização profissional dos servidores da [...]

  • Brasil apresenta proposta de aliança global contra a fome e a pobreza

    Integrantes do governo brasileiro participaram esta semana do Fórum Político [...]

  • Fake news contribuíram para queda das coberturas vacinais contra a poliomielite, afirma infectologista

    Desde 2016, o Brasil tem apresentado queda nas taxas de [...]