Seja bem-vinda, Havan – Por Lúcio Flávio


Esta semana a população sergipana ficou chocada com o inconsequente discurso de ódio proferido pelo Deputado Estadual Francisco Gualberto, do PT, em relação à vinda da loja Havan para Sergipe. Como que num surto psicótico, o petista, que parece odiar os geradores de emprego, comparou o empresário Luciano Hang a um “carcará sanguinário”. Do alto do seu generoso salário que não sofreu nenhum impacto ao longo da pandemia, o insensato parlamentar demonstrou não possuir o mínimo de empatia com os inúmeros ex-desempregados que agora se orgulham de ter um emprego, um salário, uma carteira assinada.

Com a matriz instalada em Brusque, no estado de Santa Catarina a Havan foi fundada em 1986 por Luciano Hang e Vanderlei de Limas, e vem das iniciais destes dois nomes a marca da loja. Hoje, Vandelei não faz mais parte do negócio e o Hang assume sozinho o comando da empresa. A empresa é conhecida pelas suas lojas com fachadas similares à arquitetura neogrega e pelas réplicas da Estátua da Liberdade instaladas na frente da maioria das suas filiais. A estátua da loja de Aracaju inclusive já chegou à cidade. A Havan comercializa artigos nacionais e importados no atacado e no varejo. Atualmente possui megalojas em dezoito estados e no Distrito Federal, e dezenas de milhares de funcionários em todo o Brasil. Em Aracaju a previsão é de mais de uma centena de empregos diretos gerados, sem contar os indiretos. O Pior é que há quem ainda torça a boca contra este grande investimento em nosso estado.

Tenho a honra de ter participado diretamente da semente deste projeto da Havan em Sergipe, quando tive a oportunidade de conhecer o seu proprietário, Luciano Hang, através do agrupamento chamado Brasil200. O grupo foi fundado pelo empresário Flávio Rocha, presidente das lojas Riachuelo, e reuniu os maiores empregadores do país em defesa do livre mercado no país. Nas idas e vindas a Brasília e a São Paulo, conheci o Hang na oportunidade em que ele planejava a sua expansão de lojas pelo nordeste. Foi quando eu pedi que inserisse em seu radar o estado de Sergipe. Na ocasião, aproveitei a oportunidade para apresentá-lo ao Presidente da Fecomércio de Sergipe, o Deputado Federal Laércio Oliveira. Hang, com seu sorrisão no rosto e bom humor de sempre, disse-nos: “Vamos para Sergipe, sim. Ajudem-nos a achar um bom local”. Dito e feito. Independente da torcida contrária daqueles que odeiam empresários, a Havan está prestes a ser uma grata e grandiosa realidade para seus funcionários sergipanos e para toda a nossa população. Seja bem vindo, Hang!

 

FUNERÁRIA

No ápice de seu ódio, o Deputado do facão, chegou a tripudiar da Havan tentando desmerecer o negócio chamando-o de “funerária”. Ué? Então, para ofender um negócio, deve-se chamá-lo de funerária? O que os empresários deste segmento acham desta fala jocosa e preconceituosa do Deputado Estadual Francisco Gualberto? É vergonhoso ou indigno ser dono de funerária?

 

CURRÍCULOS

Grande parte da equipe da Havan foi contratada pela conhecida agência de empregos do empresário José Mirabel. Muitos já estão inclusive em treinamento em Petrolina, em preparação para a abertura da loja. Sigam no instagram o @josemirabel.1

 

NO INTERIOR

Muitos prefeitos do interior estão ávidos por um contato com o empresário para apresentar-lhes áreas disponíveis para abertura da loja também no interior do Sergipe. Isto, se o Deputado do facão deixar…

 

3 LOJAS

Quando conversamos sobre a Havan em Sergipe, em 2019, o empresário Luciano Hang havia pensado em até três lojas no estado. Naquela época não havia pandemia, lockdonws, toques de recolher e os indicadores econômicos eram otimistas com a recente vitória do presidente Bolsonaro. Agora com um cenário econômico novo, é torcer para que a primeira loja seja um grande sucesso! Que seja a primeira de muitas!

 

INAUGURAÇÃO

Em recente conversa com o Hang, ele me garantiu que estará em Aracaju no início da segunda quinzena de Junho para a inauguração de uma das lojas mais esperadas dos últimos tempos em nosso estado. Contagem regressiva!

 

AJUDOU

Além do apoio do Presidente da Fecomércio, a Havan também contou com ajuda do empresário Dilermando Júnior, que orientou à equipe de expansão da Havan no mapeamento de terrenos e de possíveis locais para instalação da loja. Foram diversos dias e quilômetros circulando pelas ruas da cidade com dirigentes da rede para trazer-lhes a segurança necessária do investimento.

 

PARA REFLETIR

“Bem-aventurados sereis quando vos caluniarem, quando vos perseguirem e disserem falsamente todo o mal contra vós por causa de mim”. Mateus 5:11

Previous Sucessão de Belivaldo - Por Habacuque Villacorte
Next Itabaianinha inicia a vacinação de profissionais da educação nesta terça-feira