Saúde de Aracaju suspende vacinação contra covid-19 para gestantes sem comorbidades


A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) informou suspensão de vacinação contra covid-19 para gestantes e puérperas sem comobirdades. A interrupção obedece orientação do Ministério da Saúde, o qual autorizou uso das vacinas CoronaVac e da Pfizer apenas nos casos de mulheres com comorbidades.

Diante dessa nova determinação, a vacinação para gestantes e puérperas com comorbidades na capital ocorre no auditório anexo à Escola Municipal Presidente Vargas, mediante cadastro no site da Prefeitura, e nas Unidades Básicas de Saúde Dona Sinhazinha e Carlos Hardman, com apresentação de relatório médico atestando comorbidade, CID e data dos últimos seis meses.

De acordo com o Ministério da Saúde, gestantes e puérperas que não apresentarem condições de saúde enquadradas em alguma comorbidade prevista no Plano Nacional de Imunização não deverão ser imunizadas.

A alteração no critério de vacinação desse público ocorre após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) também orientar suspensão da vacinação de gestantes com o imunizante Oxford/AstraZeneca. A decisão se deu devido à investigação, em curso, de causa de óbito  de uma gestante estar relacionada ao imunizante.

A SMS reitera que o Plano Municipal de Imunização segue as diretrizes do Ministério da Saúde e preza pela transparência, em conformidade com o Ministério da Saúde e com os Ministérios Públicos Federal e Estadual.

É importante ressaltar que  todas as informações a respeito da vacinação na capital estão disponíveis no site da Prefeitura, como listas de vacinados e utilização de doses.

Previous Viajar em meio à pandemia? - Por Antônio Carlos dos Santos
Next Em meio a maratona, Corinthians decide futuro na Copa Sul-Americana