Nota – Grupo Progresso


O Grupo Progresso informa que os saldos dos salários dos seus colaboradores serão quitados hoje e já solicitou que todos voltem aos seus postos de trabalho, a reivindicação é legítima, mas a consequência da paralisação é ruim, pois além de prejudicar os usuários do sistema não ajuda na busca das receitas para fins de regularização dos pagamentos.

O momento de crise é inegável, o transporte de passageiros enfrenta essa crise sozinho, mantendo os empregos, operando com 100% de sua frota com uma demanda de reduzida na ordem de 45%, sofrendo com o aumento de insumos, todavia, mesmo diante disso, vêm se desdobrando para honrar com seus compromissos, cabendo dizer que o colapso do sistema não é fato isolado e as autoridades precisam se empenhar em ajudar as empresas na continuidade desse serviço público essencial á sociedade.

 

Por Assessoria

 

Previous Em Aracaju, governador inaugura primeiro trecho da Orla Sul e assina ordens de serviço
Next Câmara dos Deputados aprova MP que autoriza barreiras sanitárias em terras indígenas