A corrupção não para: prefeito é afastado em operação policial


Brasília - Polícia Civil do DF cumpre 28 mandados de prisão e 35 de busca e apreensão como parte da operação “Delivery”, contra o tráfico de drogas durante o carnaval no Distrito Federal. (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Prefeito de Barra Mansa (RJ) é acusado também de formação de organização criminosa

Por Vitor Abdala – Repórter da Agência Brasil – Rio de Janeiro

A Justiça determinou o afastamento do prefeito de Barra Mansa, no sul fluminense, Rodrigo Drable Costa, e de dois vereadores e um oficial da Polícia Militar que tem cargo comissionado na prefeitura. Eles são acusados de corrupção e formação de organização criminosa. As informações são do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ).

Em operação hoje (14), o Ministério Público e a Polícia Civil cumprem 11 mandados de busca e apreensão na prefeitura e na Câmara dos Vereadores de Barra Mansa, além de endereços ligados ao prefeito, aos vereadores Zélio Resende Barbosa e Paulo Afonso Sales Moreira e ao coronel PM Jorge Ricardo da Silva.

O MPRJ não deu detalhes sobre as investigações ou sobre o esquema criminoso supostamente cometido pelos denunciados porque o processo tem sigilo decretado.

Edição: Valéria Aguiar

Previous Quase 170 mil bolsas: começam hoje inscrições para o Prouni
Next ALERTA! Crise do novo coronavírus pode ficar pior, diz OMS