Profissionais de saúde: deputado Gilmar Carvalho denuncia jornadas de trabalho de 15 horas


“Embora comprometidos com o dever de ‘não abandonar seus pacientes’, autoridades devem lembar que esses profissionais têm limites físicos

O deputado estadual Gilmar Carvalho, diante da situação de caos nos sistemas públicos e privado de todo o mundo, está atento às recomendações e necessidades da população no momento de pandemia.

Apesar de viver um momento diferente do habitual, é importante avaliar as condições de trabalho de profissionais de saúde, que estão à frente da batalha contra o novo coronavírus Covid-19. Assim, após denúncias recebidas pelo parlamentar acerca da elevada jornada de trabalho desses profissionais, foi protocolado uma Representação junto à Procuradoria-Geral de Justiça do Estado de Sergipe a fim de averiguar convocações de trabalho aos finais de semana e feriados, e o cumprimento de jornadas superiores a 15 horas diárias.

Além disso, foi levado ao conhecimento do órgão que não há o recebimento de nenhum tipo auxílio do município de Aracaju para transporte e alimentação dos profissionais da saúde, sendo que o trabalho exigido é quase que ininterrupto. Mesmo com 15 horas diárias, são cobrados dos profissionais o comparecimento ao trabalho todos os dias, sem descanso.

Na Representação, o parlamentar cita ainda que profissionais da Segurança Pública estão sendo tratados da mesma forma pelo Estado e exige averiguação.

Previous Moro: é preciso evitar exageros contra quem não cumprir isolamento
Next Exclusivo! Em Aracaju, empresas de ônibus instalam protetor contra partículas para motoristas e cobradores