Zezinho Sobral afirma: “Não haverá interrupção do serviço do Banese nos municípios”


O deputado estadual Zezinho Sobral (Podemos) participou, nesta terça-feira, 03, de Audiência Pública que tratou sobre a reestruturação de 17 agências do Banese. A Comissão de Finanças da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) recebeu o presidente da instituição, Fernando Mota, que respondeu aos questionamentos dos parlamentares e de representantes do Sindicato dos Bancários de Sergipe (SEEB/SE) e da Federação dos Municípios do Estado de Sergipe (Fames).

Zezinho Sobral lembrou que o Banese já havia esclarecido, por meio de nota, que não fecharia nenhuma unidade, mas ainda restavam muitas questões a serem respondidas. “Não ocorrerá a interrupção dos serviços, o presidente Fernando Mota nos garantiu que os municípios continuarão sendo assistidos. Na verdade, o Banese tem proposto uma reestruturação, que envolve mudanças de nomenclaturas e adequação contábil. Isso significa que o serviço continuará sendo prestado”, explicou.

“A participação do Sindicato dos Bancários e a Fames levantou pontos importantes. O que discutimos é a manutenção dos atendimentos nos municípios para que as prefeituras continuem realizando o pagamento de salários e o comércio tenha a garantia do Banese presente. É o que defendemos aqui na Assembleia e o Banese se mostrou apto ao diálogo e receptivo às sugestões dos deputados e das entidades”, comentou Sobral.

Para o parlamentar, a instituição é fundamental para a economia dos municípios e tem apresentado resultados positivos, trilhando um caminho rumo à modernização. “É preciso olhar para frente e modernizar sistemas e o atendimento, mas não se pode esquecer daquela parcela da população que não tem acesso a internet ou enfrenta dificuldades de locomoção, especialmente os idosos. Durante a Comissão, todos concordamos que o Banese precisa manter serviços essenciais e o atendimento humanizado e personalizado para que a população não precise se deslocar a outros municípios para fazer suas transações ou receber atendimento e se expor a vários riscos”, completou o deputado que se comprometeu em “continuar atento e ativo no diálogo em defesa do Banese e dos seus clientes”.

Ainda durante a comissão, foi anunciada a realização de uma reunião nas próximas semanas com o Banese e os prefeitos dos municípios. Na ocasião, serão apresentadas as contrapropostas e adequações das unidades para que o Banese as inclua em seu processo de modernização.

Previous Em Aracaju, educação nutricional e agricultura familiar são valorizadas na merenda das escolas
Next Terceirização do Samu é tema de audiência pública na Alese