Kleiton e Kledir unem música e literatura no show “Com todas as letras”


Composições são parceria com escritores gaúchos contemporâneos

Os irmãos Kleiton e Kledir trazem para o Todas as Bossas o show Com Todas as Letras. O trabalho é fruto da aproximação dos músicos com a literatura brasileira e tem composições de escritores gaúchos renomados, como Luís Fernando Veríssimo, Fabrício Carpinejar e Martha Medeiros, além de Caio Fernando Abreu, por exemplo. 

Kleiton e Kledir eternizaram uma maneira própria de falar e cantar, com termos até então desconhecidos do público como “deu pra ti” e “tri legal”.  

Aclamado pelo público, o show deu origem a espetáculos, documentário, livro e até exposição internacional, além de um especial.

Repertório:

Lixo e purpurina – KleitonRamil, Kledir Ramil e Caio Fernando Abreu

Olho mágico – Kleiton Ramil, Kledir Ramil e Luis Fernando Veríssimo

Piscina – Kleiton Ramil, Kledir Ramil e Leticia Wierzchowski

Lado a lado – Kleiton Ramil, Kledir Ramil e Alcy Cheuiche

Rochas – Kleiton Ramil, Kledir Ramil e Paulo Scott

Vinte e oito escovas de dentes – Kleiton Ramil, Kledir Ramil e Daniel Galera

Mistérios do bule monstro / Brincando na Praça dos Enforcados – Kleiton Ramil, Kledir Ramil e Lourenço Cazarré

Cansado de ser feliz – Kleiton Ramil, Kledir Ramil e Fabrício Carpinejar

Pingos nos is – Kleiton Ramil, Kledir Ramil e Martha Medeiros

Felizes para sempre – Kleiton Ramil, Kledir Ramil e Claudia Tajes

Fonte da saudade – Kledir Ramil

Vira virou – Kleiton Ramil, Kledir Ramil 

Músicos:
Kleiton – voz, violão e violino
Kledir – voz e violão
Adal Fonseca – bateria
André Gomes – baixo
Dudu Trentin – teclado
Marco Vasconcellos – guitarra   

Ficha Técnica:
Apresentação: Bia Aparecida
Direção: João Borsani e Waldecir de Oliveira
Coordenação de Produção:  Waldecir de Oliveira
Produção Executiva: Socorro Cardoso/Vicente Figueira
Produção Artística: Cissa Ramalho
Apoio à Produção: Almir Duborel

Previous Censo: Brasil tem 5 milhões de estabelecimentos rurais
Next Óleo vazou de três campos na Venezuela, diz Petrobras