Iran registra Seminário sobre Petróleo, Gás e Fundo de Previdência


Por Habacuque Villacorte – Rede Alese

O deputado estadual Iran Barbosa (PT) ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa, na tarde dessa segunda-feira (2), para registrar sua participação no Seminário sobre Petróleo, Gás e Fundo de Previdência, que aconteceu no auditório do Sindipema, com especialistas sobre a descoberta de grande quantidade de petróleo e gás na bacia continental de Sergipe.

A discussão também abordou o Regime Próprio de Previdência Social do Estado (RPPS), tendo em vista a situação de déficit apresentada nos últimos anos e com enfoque na real possibilidade de capitalização do Fundo de Previdência Estadual. O seminário foi organizado pelas Centrais Sindicais CUT, UGT, CTB e CONLUTAS junto à Federação Única dos Petroleiros (FUP) e a Federação Nacional dos Petroleiros (FNP).

Iran deu ênfase aos debatedores e pontuou que, quanto mais se informa a respeito das descobertas de petróleo e gás em Sergipe, mais entende que aumenta a responsabilidade dos agentes públicos. “Essas descobertas criam muitas expectativas, algo muito promissor. Isso está vinculado ao recebimento de royalties e não podemos nos acomodar apenas para esperar o pagamento acontecer”.

O deputado ainda acrescentou o momento é de uma grande expectativa de melhora e é necessário um bom planejamento. “Precisamos estabelecer mecanismos de proteção com iniciativas criativas que precisam ser colocadas para estimular essas descobertas. Não podemos perder essa oportunidade de promover perspectivas de desenvolvimento permanente para Sergipe”.

Por fim, Iran Barbosa lembrou que as riquezas minerais foram descobertas com recursos públicos e que o Estado não pode entregar para o capital internacional. “É necessário que a gente tenha planejamento para aproveitar bem esse momento. Nós, como agentes públicos, temos que pesquisar e estudar alternativas que estejam voltadas para o desenvolvimento”.

Foto: Jadílson Simões

Previous Georgeo apresenta estudos sobre limites dos municípios
Next Frequência escolar de alunos do Bolsa Família atinge 91%