MP reverte danos sociais do Makro em doação para instituições


Incêndio ocorreu em janeiro de 2017

O Ministério Público firmou um acordo com o Makro sobre o incêndio ocorrido no início de 2017 em Aracaju, com pagamento de dano social para a população que vai ser revertido em doação de alimentos para instituições de abrigo de crianças e renais crônicas.

“Houve indícios de falhas do estabelecimento que provocaram o incêndio de grande proporção. O MP ajuizou essa ação civil pública e fizemos um ajuste de conduta. A empresa se comprometeu a indenizar as pessoas que foram prejudicadas diretamente e os danos sociais foram revertidos em doação de alimentos para as instituição. Cada uma vai receber meia tonelada de alimentos não perecíveis”, explica a promotora Euza Missano.

Vão ser beneficiadas as instituições GACC, Oratório de Bebé, Creche Almir do Picolé, Lar de Zizi e Garen.

Previous Número de assaltos a ônibus cai pela metade na Grande Aracaju
Next Frente Parlamentar de Apoio à Indústria da Construção e do Mercado Imobiliário é lançada em Brasília