Justiça proíbe venda de animais vivos no Mercado Thales Ferraz


Além da proibição da venda de animais vivos no Mercado Maria Virgínia Leite Franco (antigo Mercado Albano Franco), a Justiça concedeu uma liminar estendendo a proibição para o Mercado Thales Ferraz.

A vereadora Kitty Lima (Rede), que impetrou a ação, esteve na Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) para cobrar a execução da decisão judicial. Segundo o presidente da Emsurb, Luiz Roberto Dantas, o órgão já foi informado da decisão e já encaminhou as notificações aos comerciantes sobre a proibição da comercialização de animais no Mercado Thales Ferraz. A Empresa recebeu prazo de 15 dias úteis, a partir da notificação, para cumprir a liminar.

“A decisão foi tomada por vários motivos, o principal deles é o sofrimento ao qual esses animais são submetidos ao ficarem expostos ao sol em gaiolas que não estão de acordo com o porte de cada um deles, sem água, comida e muitos deles doentes sem nenhum tipo de tratamento. É preciso ainda que a Emsurb faça fiscalizações constantes para termos a certeza que a decisão judicial está sendo respeitada. A gente precisa dar um basta a essa crueldade que é cometida nos mercados de Aracaju”, comentou a vereadora.

Previous Dia Internacional de Luta contra LGBTfobia
Next Reciclaria recebe Arraiá do Matulão a partir deste domingo