É POSSÍVEL PREPARAR ALIMENTOS COM O SOL


Custo do fogão solar é de aproximadamente R$300 reais (Foto Vieira Neto)

Por Thayná Ferreira
especial para o TAC

Frango, arroz, feijão, macaxeira, inhame, batata doce, enfim, inúmeros alimentos podem ser cozinhados com o sol. Isso mesmo que você está lendo, com a energia solar é possível preparar tudo. O cozimento demora o dobro do que feito com o fogão a gás, mas os benefícios são melhores, pois os alimentos não perdem suas propriedades.

O cientista e engenheiro, Paulo Mário Machado Araújo, foi o primeiro brasileiro a desenvolver estudo do fogão solar. Além de ser instrumento de educação ambiental, a alternativa pode diminuir o impacto sobre as áreas verdes. Nele não há emissão de gás carbônico (CO2), pois é altamente ecológico e ainda pode contribuir na melhoria da renda familiar das populações carentes.

Paulo Mário estudou sobre o fogão solar no Peru
(Foto Vieira Neto)

Paulo vem realizando projetos socioambientais em cidades de Sergipe. No ano de 2009 implantou a cozinha comunitária solar no Município de Nossa Senhora do Socorro, ele interagia com jovens e adultos da região. O objetivo era preparar quantidades de alimentos razoáveis. Foram feitas até 300 refeições só com o sol, durante um ano inteiro, para uma lógica de segurança alimentar e capacitação de formação de questões ambientais e sociais.

ENERGIA DE GRAÇA
“Durante um ano 75% da energia solar foi utilizada para cozinhar os alimentos. Foram feitas 5000 refeições por ano, sem contaminação da atmosfera, que não tem CO2, energia de graça. Quem sabe no futuro isso pode ser uma política pública mesmo”, acredita Paulo Mário.

No período chuvoso Paulo explica que trabalha com o híbrido. Vão até a casa que já possui cozinha a gás e usa o sistema normal da cozinha. O cientista conta ainda que está estudando a possibilidade de construir um restaurante industrial solar.

“Estamos na iminência de buscar recursos para que possamos construir esse restaurante, para que seja um exemplo para o Brasil e o mundo. É possível ter 3000 refeições diárias para escolas, penitenciárias, creches. Isso seria um avanço. Estamos preparados, tem equipe, o recurso que está difícil”, declara o cientista.

COCO
Paulo também desenvolve estudos com o coco. Ele fez seu próprio óleo de coco com energia solar no intuito de contribuir para a cura de doenças. O mais inusitado é o vinho feito com coco, além de ter um sabor semelhante ao vinho branco seco, tem aroma frutado. É delicioso.

Vinho de coco é delicioso
(Foto Vieira Neto)
Em sua casa ele realiza estudos sobre o coco
(Foto Vieira Neto)
Previous CINFORMANDO: entre PT e JB, o dilema de Belivaldo Chagas
Next Ceacs têm mudanças em horário e agendamento a partir dessa segunda-feira