Dia de feira no condomínio


Ter frutas, legumes, hortaliças, queijo e ovos frescos em casa é preferência de muitos, mas com o dia a dia cada vez mais corrido faz com que muitos deixem de ir as feiras livres. Para atender à necessidade desse público muitos condomínios começaram a realizar feiras dentro do ambiente.

O proprietário da Horti Fruti Papaleguas, José Renato, conta que sua empresa monta hoje feiras em pelo menos 10 condomínios da capital sergipana, todos os produtos são higienizados e embalados e etiquetados devidamente. “Esse sistema de feira em condomínios está no brasil inteiro, é um sistema que proporcionar o alimento o respeito que ele merece. O objetivo não é acabar com as feiras e sim servir de exemplo que pode fazer melhor, para a mudar a cultura da feira tradicional que não tem tanta higienização”

A empresa além de proporcionar a feira dentro dos condomínios ainda tem o sistema de delivery para aqueles que não conseguem comparecer. “Para atender os moradores que não conseguem chegar no horário da feirinha criamos o sistema delivery que entrega na casa”, conta.

José Renato conta que a adesão dos moradores dos condomínios chega a 60% e que a maior vantagem é a comodidade dos moradores, principalmente os mais idosos.

Vitta Condominio Clube

A sindica do condomínio Vitta Condominio Clube, Vanessa Rodrigues, conta que conheceu a feira através de Renato que apresentou o modelo. “Depois que vimos que tudo era organizado, higienizado e que valia a pena falamos com o conselho consultivo fiscal e aderimos a feira”, conta a sindica.

No condomínio a feira acontece as sextas-feiras das 14 às 20 horas e Vanessa conta que a adesão é alta. “O fluxo é alto, se você for no final já tem poucos produtos. Principalmente os idosos, pessoas com filho pequeno e famílias pequenas”, comenta.

Previous Xand Avião e Solange Almeida vão abrir a programação junina de Areia Branca
Next CINFORMANDO: Iggor Oliveira e a sensatez administrativa diante da imprevisibilidade econômica