Cadastro de doadores de medula acontece em Aracaju


Com o objetivo de aumentar o banco de dados do Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) está sendo realizado o cadastro de novos doadores disponíveis e os portadores de leucemia e outras doenças sejam ajudados e tenham suas vidas salvas. As coletas estão ocorrendo na Faculdade UNINASSAU Aracaju.

Doação

O processo é simples e o único documento necessário é o RG, além de dois contatos telefônicos de familiares de qualquer lugar do Brasil. Caso haja compatibilidade, a extração da medula segue um processo para retirada, que pode ser pela veia do braço ou por punção no osso do quadril.

É preciso compreender que doação de medula não é doação de órgãos, ou de medula cervical. Para ser doador, basta ter entre 18 e 54 anos, nunca ter tido hepatite após a infância (11 anos), nunca ter feito quimio ou radioterapia e não ser dependente de insulina ou já ter feito cadastro anterior para ser doador.

 

Previous Reciclaria recebe Arraiá do Matulão a partir deste domingo
Next Kit Ariel humaniza tratamento das crianças acolhidas pelo GACC