Bebê de cinco meses é a primeira vítima fatal da H1N1 em Sergipe


Foto: CINFORM

Um bebê de cinco meses morreu no último sábado (12) vítima de uma pneumonia desencadeada pelo vírus H1N1. A criança foi a primeira vítima fatal da gripe H1N1 no estado. A informação foi confirmada nesta segunda (14) pela Coordenação do Hospital Pediátrico Dr José Machado de Souza, localizado no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse).

Por meio de nota, a coordenação informou que a criança foi transferida do Hospital de Itabaiana no dia 5 de maio. Ela deu entrada no Huse pela Área Vermelha pediátrica com quadro clínico suspeito de pneumonia pelo vírus H1N1 e com insuficiência respiratória grave.

Na tarde do último sábado, o quadro clínico da criança se agravou e a noite ela foi a óbito com quadro clínico de uma pneumonia desencadeada para H1N1. Por ter apenas cinco meses de vida, a criança não apresentava faixa etária para ser vacinada contra a doença.

Vacinação contra a gripe

Segundo a Secretaria de Saúde (SES), apenas 47% das pessoas inseridas nos grupos prioritários foram vacinadas contra a gripe. Segundo o último balanço, 214.500 doses contra os vírus H1N1, H3N2 e a influenza B foram aplicados até a última segunda-feira (14). Número que segundo a gerente do Núcleo de Imunização da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Sândala Teles, é considerado baixo, uma vez que meta estabelecida para o Estado é de 460 mil pessoas.

Os grupos prioritários para a vacinação compreendem crianças de seis meses e menores de cinco anos, indivíduos com 60 anos ou mais de idade, gestantes em qualquer período gestacional, puérperas no período de 45 dias após o parto, trabalhadores da saúde, professores de escolas públicas e privadas, povos indígenas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas e outras condições clínicas especiais.

Previous Pesquisa TAC sobre o consumo de carne
Next Ocupe a Praça homenageia Ana Côrtes