Polícia Civil lamenta morte do Capitão da PM Manoel Oliveira


Por meio de nota, a Delegacia Geral de Polícia Civil lamentou a morte do Capitão da Polícia Militar de Sergipe, Manoel Alves de Oliveira, assassinado em uma emboscada na última quarta-feira (4), na cidade de Porto da Folha.

“Nesse momento de dor, sabemos que não há palavras ou gestos capazes de aliviar tão grande sofrimento, mas esperamos que a família e amigos consigam encontrar conforto nos corações uns dos outros, e que o tempo possa amenizar essa dor”, lamenta.

Ainda na nota, a Polícia Civil garante que imprimirão todos os esforços para identificar e prender os culpados pelo assassinato do comandante da Companhia Independente de Operações Policiais em Área de Caatinga (Ciopac).

CAPITÃO OLIVEIRA

Comandante da Companhia Independente de Operações Policiais em Área de Caatinga (Ciopac), o Capitão Oliveira tinha 42 anos, era casado e pai de três filhos. Ele foi morto na última quarta-feira em uma emboscada entre os municípios de Monte Alegre e Porto da Folha.

Militar desde 1994, ele implantou o curso de Operações Policiais em Área de Caatinga, formando policiais de Sergipe e de vários estados brasileiros para atuarem em ocorrências de alta complexidade em áreas de sertão.

 

Suspeita de estelionato é presa em Itabaiana

Capitão da PM cai em emboscada e é assassinado no sertão sergipano

Previous Moro determina prisão de Lula
Next Belivaldo Chagas será empossado governador neste sábado