Mercado de beleza cresce em Aracaju


O Brasil é o quarto maior consumidor de produtos de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (HPPC) no mundo, no próprio país o mercado de beleza é o segundo maior, segundo a Associação Brasileira da Industria, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec). Em Aracaju seis anos depois da inauguração do curso superior de Estética e Cosmética na Universidade Tiradentes o setor cresce cada vez mais.

A coordenadora do curso de Estética e Cosmética, Andrea Vasconcelos, da Universidade Tiradentes comenta que o mercado de beleza é bem ativo. “Todos os setores do brasil declinaram com a crise, a estética declinou menos comparando com outros setores, além de ser o setor que mais influência no PIB (Produto Interno Bruto) do país. É uma área que não para de crescer apesar da crise”, destaca.

Curso

Andrea Vasconcelos explica que o curso, que tem duração de três anos e prepara o profissional para diversas áreas. “A gente costuma a dizer que o curso de Estética e Cosmética está dividido em quatro grandes áreas: facial, corporal, visagismo e terapia capilar. Quem se forma está habilitado a atuar nessas áreas e nesse contexto ele pode trabalhar em industrias e empresas de cosméticos, em clinicas, spa e salões”, destaca.

A coordenadora ainda afirma que muitos alunos buscam o curso com vontade de abrir o próprio negócio. “O maior interesse dos alunos é montar seu próprio negócio, até porque nós temos disciplinas de empreendedorismo que acaba incentivando os alunos”

Andrea ainda destaca que mais de 50% do curso é prático, com quatro laboratórios os alunos aprendem fazendo, os serviços são abertos a comunidade que paga mais barato. “O curso é aberto a comunidade que pode usufruir dos serviços do curso sempre executado por professores mestres e doutores na área. Basta marcar através do aplicativo prinks.com para fazer os serviços com o preço de clinica salão escola”.

Corpo

Nahra Lopes entrou na universidade pensando em seguir na área facial, mas como a demanda do mercado maior para corpo ela resolveu seguir nessa linha. Nahra trabalha com limpeza de pele, massagem relaxante manual com pedras e a drenodetox que é uma técnica de massagem que modela e drena a retenção de liquido.

A esteticista comenta que sua maior área de interesse e juntar saúde a beleza. “O que mais me chama atenção na área de beleza é como você pode trabalhar a estética junto com a saúde. Porque uma massagem pode deixar a pessoa se sentir mais relaxada, melhorando humor”, destaca.

Nahra conta que o mercado em Aracaju apesar de competitivo é bom. “Em Aracaju o mercado é competitivo, já que tem muitas clinicas e como tem gente que trabalha sem a graduação acaba desvalorizando um pouco. Mas é uma área muito boa que vem crescendo e surgem novidades o tempo todo”, comenta.

Cabelo

A terapeuta capilar, Carolina Dória começou a conhecer a área de estética em cursos de especialização, hoje, formada em Estética e Cosmética, Carolina oferece os serviços de produção (penteado) e terapia capilar.

“Eu sempre gostei muito dessa área, então chamei uma amiga que também tinha interesse.  Fomos a São Paulo para fazer uns cursos de especialização. Foi ótimo, me sentir pela primeira vez muito encantada com tudo que via”, conta

Para Carolina o mercado de estética é um bom investimento. “Não tenho o que falar do mercado, a procura por ele é cada vez maior e há espaço para todos que querem trabalhar, são muitas áreas que a estética atua. Não tenho o que falar, além do retorno muito bom, eu amo o que faço”, destaca.

 

Beleza

Isa Ribeiro, se divide em duas áreas, parte do dia atuando na sua formação de engenheira unindo ao seu studio, onde oferece os serviços de micropigmentação, design de sobrancelhas, extensão de cílios, maquiagem, área que pretende se especializar.

“No momento exerço os dois, porém tenho projetos de trocar de área profissional, uma segunda graduação, para me adequar melhor a área de estética. Quem sabe ser uma futura dermatologista e me aprofundar ainda mais nesse ramo e pretendo crescer meu studio esse ano”, comenta.

Isa buscou cursos de especialização na área em São Paulo. “Sempre gostei da área de estética, principalmente a área de maquiagem. E uma amiga de São Paulo, dona de uma clínica de estética, me apresentou hádois anos a técnica de micropigmentação fio a fio hiperrealista e me apaixonei. Fiz o curso de micropigmentação e extensão de cílios em São Paulo, trabalhei por quase 1 mês na clínica de estética Always Beautiful para adquirir mais experiência”, conta.

Previous Servidores Pecfaz exigem enquadramento formal dentro da Receita
Next Pensado para os pets