Estudo aponta possível ligação a risco de demência a medicamentos


A revista médica BMJ do Reino Unido apontou em um estudo que o uso prolongado de medicamentos anticolinérgicos, classe de remédios utilizada para tratar algumas doenças, pode aumentar em até 30% as chances de adquirirem demência.

Essa classe de remédio bloqueia os efeitos da acetilcolina, molécula neurotransmissora que afetar o humor e a bexiga, bloqueando impulsos nervosos. Os autores do estudo acreditam que deve ser evitado o uso desse medicamento a longo prazo em pacientes idosos

Previous Deso reúne representantes de condomínios
Next 53ª Feira do Caminhão em Itabaiana tem programação divulgada