Emsurb notifica comerciantes de carnes e laticínios na capital


Foto: Vieira Neto

Feirantes que comercializam carne, peixe, frango e laticínios nas 32 feiras livres e nos mercados setoriais e centrais da capital sergipana recebem, a partir desta sexta-feira, 13, notificação da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb). A ação atende a uma determinação do Ministério Público de Sergipe, após audiência ocorrida no último dia 28 de março.

Durante a audiência, o MP concedeu um prazo de 30 dias para que a Emsurb notificasse todos os comerciantes. Ficou determinado que os produtos destes seguimentos deverão obedecer às normas sanitárias, ou seja, eles só poderão ser vendidos refrigerados a partir desta data.  A diretoria da Emsurb ressalta que os produtos de origem animal para o consumo humano devem conter carimbo, etiqueta e rotulagem adequada que comprove a inspeção sanitária do órgão competente e a respectiva fonte produtora licenciada. A medida, segundo o MP, objetiva livrar os consumidores de problemas de saúde e deve ser cumprida de forma imediata.

Na manhã desta sexta-feira, os fiscais da Emsurb entregaram as notificações nas feiras livres dos conjuntos Agamenon Sobral, no bairro José Conrado de Araújo, Sol Nascente, na Jabotiana, Médici, no bairro Luzia, Jessé Pinto Freire e Castelo Branco, ambos no bairro Ponto Novo, e feiras dos bairros Suíssa e São José.

No período da noite as equipes deverão visitar as feiras livres do bairro Lamarão e residencial Costa Nova, na Aruana. A entrega das notificações segue na próxima semana.

 

Previous Mudanças no atendimento no Ceac da Rodoviária em maio
Next Orquestra Sinfônica apresenta concerto de música barroca italiana