CINFORMANDO: farpas entre Valadares e Edvaldo têm PSB como pano de fundo


Valadares e Edvaldo: disputa é mais profunda do que se imagina (Foto: PMA)

Política é para iniciados. E as recentes rusgas entre o senador Valadares (PSB) e o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PCdoB) têm não apenas as suas razões de ser, mas sobretudo suas razões de existir para sobreviver politicamente. Primeiro, vamos à cisão no campo oposicionista. O deputado federal André Moura (PSC) argumenta que o problema de Valadares com ele se deve ao apoio que o parlamentar dá à gestão de Aracaju, em termos de liberação de verbas no plano federal. Tem razão, sim. Mas não é que Valadares seja contra Aracaju. A questão é mais profunda. O senador sabe que um dos movimentos do prefeito da capital é se reforçar no plano partidário. E isso passa – ou já passou, inclusive com conversas reservadas – pela atração do PSB para “debaixo da asa” de Edvaldo, que pretende se reeleger em 2020, mas pensa, sim, em buscar o Governo do Estado em 2022, ainda que não cite isso em lugar quase nenhum. Vendo essa situação debaixo da aba de seu chapéu panamá, Valadares vai à luta e desanca André, Edvaldo e quem mais for necessário para se manter vivo no jogo. Em contrapartida, Edvaldo desanca Valadares e, fato, trabalhará para enfraquecer o senador o máximo que puder, pois assim o PSB migraria para seu leque de influência mais facilmente, fazendo o casamento do “comunismo moreno”, ou de “resultados”, do PCdoB, com o “socialismo moreno”, ou de “resultados”, do PSB. Bingo!

“17 e 700”

E a conta sobre o entrevero acima é fácil demais de fazer: André Moura e Edvaldo Nogueira anunciaram, juntos, mais R$ 16 milhões para Aracaju ainda na quinta, 12. Além de obras, a grana viabilizará o Forró Caju 2018, cujas atrações devem ser anunciadas na segunda, 16.

Céu é o limite

Repórter do CINFORM, Fredson Navarro, encontra a vice de Aracaju, Eliane Aquino (PT) e tasca a pergunta: vai ser candidata a vice de Belivaldo? Aí ela responde: “pode ser a deputada, a senadora, a governadora. Mas a vice, de agora em diante, só aceito se for pra ser vice de Lula”.

PV está livre

Pré-aliança entre o Partido Verde e o partido da Rede foi interrompida. A Rede não sustentou compromisso e o PV mantém projeto de senador, deputados federais e estaduais. Mais consistente, fortalecido internamente, pragmático e sem soberba, seu presidente estadual e candidato ao Senado, Reynaldo Nunes, conversa com outros partidos de oposição.

Gilmar neles!

O deputado Gilmar Carvalho (PSC) não perde tempo. Apresenta projeto para que o Estado aproveite servidores da Fundação Hospital de Saúde – FHS –, cujos dias estão contados. Deputados aprovando, restará a Belivaldo Chagas (PSD) sancionar ou não…

Previous Padre Fábio de Melo lança novo CD em Aracaju com show especial
Next Sindicatos organizam seminário sobre direitos previdenciários