CINFORMANDO – Começo difícil


Foto: Agência Sergipe de Notícias

Conhece aquela história do cabra que, por conta de ter muita caspa, resolve fazer um escalpo? E aquela do fazendeiro que, para acabar com o carrapato no boi, resolve matar o boi? Escatologias à parte, é mais ou menos isso o que Belivaldo Chagas (PSD) está fazendo em seus primeiros dias como governador. Seus estrategistas alertaram que ele tem que se diferenciar de Jackson Barreto (MDB) no comando do Estado para se viabilizar eleitoralmente. Mas a dose usada desse remédio até o momento está mais para cavalar do que para homeopática. A “briga de cachorro grande” com Almeida Lima, da Saúde, é prova viva disso. Ao atacar a questão do Centro de Nefrologia – ação, em si, justa –, Belivaldo bate mesmo, e muito forte, em Jackson. Exigir o funcionamento é uma coisa. Agora, expor as entranhas do governo é outra, e bem diferente. Belivaldo será candidato de oposição ao governo de Jackson? Essa é uma pergunta retórica, lógico. Mas o que é ruim, pode piorar. Não é que a rede de boatos garante que o Galeguinho fará coletiva na próxima sexta para comunicar a demissão de Almeida? Porque o eufemismo de que fará balanço da gestão com uma semana de comando, na boa, não cola. Coletiva para demitir? E em plena sexta-feira 13? Começou mal, viu Galeguinho?

Gira mundo

Ibrain Monteiro (PSC), presidente da Câmara de Lagarto, tá que tá em suas andanças pelo Estado. Na segunda, 9, em Umbaúba, na terça, 10, em Santa Luzia do Itanhi. Não para nem “prum trem” na sua busca por vaga na Alese.

Dupla cidadania

Essa é pra reforçar o conhecimento de uma figura pública: Janier Primo (PR), vice de Itabaianinha e pré a estadual ou até a cargo mais vultoso, nasceu em Glória, mas vive na cidade do sul do Estado e tem força política nas duas regiões.

Na dele

Discretamente, num estilo bem próprio, Zezinho Sobral (Podemos), deixou a secretaria de Inclusão Social do Estado e trafega por muitas cidades, costurando sua pré a estadual com muita desenvoltura.

Novidade

E a partir de hoje, dia 10, a nossa coluna passa a ter versões diárias. É que o afunilamento do processo eleitoral nos motivou a garantir mais informações e análises ao leitorado fiel do CINFORM. Portanto, até breve!

Previous Barra dos Coqueiros recebe Ceac itinerante
Next Venda casada e propaganda enganosa tiram a paciência dos consumidores