Livro ‘Das Neves às Nuvens – I Antologia das Mulheres do Cordel Sergipano’ será lançado em Aracaju


Lançamento será realizado nesta quinta-feira no Clube da Caixa

O lançamento do livro “Das Neves às Nuvens – I Antologia das Mulheres do Cordel Sergipano” será realizado a partir das 19h desta quinta-feira (22) no Clube da Caixa, em Aracaju. O livro é uma obra de 17 cordelistas sergipanos.

O evento faz parte do calendário de atividades da Academia Sergipana de Cordel (ASC). “Há muitas mulheres no cordel sergipano! Precisamos atuar no sentido de motivar outras mulheres, dar visibilidade ao Cordel feminino, romper com as barreiras do preconceito e diminuir uma dívida histórica que o cordel tem com as mulheres.”, afirma Izabel Nascimento, presidente da ASC.

Organizada pelas cordelistas Daniela Bento e Izabel Nascimento, a obra contem 17 temas, nos quais cada mulher narra a sua trajetória no universo do Cordel. As autoras tem de 15 a 88 anos de idade, são membros da ASC e convidadas. Para Daniela Bento “o lançamento desta Antologia é um divisor de águas na história do cordel feminino em Sergipe e certamente, na vida de cada mulher que se está inserida nele, pois sem feminismo, nenhum verso poderá falar de igualdade”.

Maria das Neves Batista Pimentel
Maria das Neves Batista Pimentel é a primeira mulher cordelista que se tem notícia. Sua produção, a partir de 1938, era assinada com o nome de Altino Alagoano, seu esposo. Desbravadora que teve a voz sufocada pela canga da época, DAS NEVES intitula esta obra como pedra angular de uma construção permanente que busca, nas partículas das lidas femininas, AS NUVENS de Paz.

“Temos um encontro marcado dia 22 de março, às 19h na APCEF/SE. Um encontro com a poesia!”, convida Salete Nascimento, vice presidente da ASC.

O evento tem o apoio da Vitrine Soluções Gráficas, Editora Brasil Casual, Apcef/SE, Fotografare – Due Click Per Te, Centro dom José Brandão de Castro (CDJBC), Associação Mão no Arado de Sergipe (AMASE) e Articulação Semiárido (ASAcom).

Previous TJ considera inconstitucional Lei do IPTU de Aracaju
Next Freedom Rock Tattoo: Um Símbolo de Resistência