Serviço do SAMU é paralisado em 12 cidades sergipanas


(Foto: Geraldo Pires/Ascom SES)

Desde a manhã desta quinta-feira (15), 12 cidades sergipanas estão sem atendimento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) devido a paralisação dos condutores de ambulâncias e dos técnicos de enfermagem que atuam no serviço. Segundo o sindicato dos condutores de ambulância, a paralisação terá um duração de 24h.

Os condutores e os técnicos de enfermagem resolveram cruzar os braços porque estão recebendo os salários atrasados, além de cobrarem reajuste salarial, que, de acordo com eles, não acontece há quatro anos.

Das 59 ambulâncias que atendem o estado, 15 não irão circular devido a paralisação, além de outras 10 que já estavam com problemas mecânicos.

Por meio de nota, a Secretaria Estadual da Saúde (SES) afirmou respeitar as manifestações dos servidores, mesmo sem entender a razão da paralisação do sindicato dos condutores da Samu. Ainda segundo a assessoria da SES, a secretaria está dando andamento às solicitações feitas pelos sindicatos.

 

Do malte ao copo: o caminho da cerveja até as nossas mãos

25 municípios sergipanos sem acesso ao Judiciário

Previous Creci-SE trará mais um curso de Avaliação de Imóveis
Next PRF: número de acidentes diminui durante o carnaval deste ano