Projeto de lei quer feiras em bairros de Lagarto


A votação será nesta terça-feira, vereador espera
total apoio para garantir geração de emprego e renda

 

Um projeto de lei que cria e regulamenta as feiras livre nos bairros de Lagarto deve ser votado na próxima sessão da Casa. De autoria do vereador e presidente da Câmara dos Vereadores, Ibrain Monteiro (PTC), o PL n° 03/2018, se aprovado na Câmara, permitirá que feirantes comercializem frutas, verduras e legumes nos bairros da cidade no Centro-Sul sergipano.

Segundo a legislação municipal, a realização de feiras dentro de um raio de 250 quilômetros do mercado principal da cidade é proibida. Por isso, pelo projeto do vereador, essas feiras seriam destinadas a feirantes de hortifruti e seriam realizadas em bairros fora desse raio, como São José, Laudelino Freire, entre outros.

Mesmo com a ampliação do Mercado Público José Corrêa Sobrinho, muitos feirantes que comercializavam nas ruas da cidade não conseguiram se cadastrar. Dos 521 boxes do mercado, 298 são destinados à comercialização de frutas, legumes, verduras e cereais.

GANHA PÃO

Com o projeto de lei, esses feirantes – que no momento estão impedidos de comercializar seus produtos – poderão vender frutas e verduras nas feiras, com dias e horários pré-determinados pela prefeitura do município.

“O número de boxes disponibilizados no mercado não foi suficiente para abrigar todos os feirantes que existiam nas ruas de Lagarto. Então, para garantir que esses feirantes não percam o seu pão de cada dia, nós procuramos um projeto que os atendesse”, comenta o vereador.

Segundo o presidente da Câmara, o projeto foi bem recebido pelos demais vereadores e deve ser aprovado na próxima sessão da Casa, que será realizada nesta terça-feira (27).

 

Vereador denuncia situação do mercado de Malhador

Consórcio de Resíduos Sólidos da região Sul e Centro Sul quer coleta seletiva

Previous Vereador denuncia situação do mercado de Malhador
Next Falta de efetivo e sinalização põem banhistas em Aracaju em risco