Governo do Estado cancela processo de privatização da Deso


(Foto: Divulgação/Deso)

O governador Jackson Barreto (MDB) anunciou nesta segunda-feira (26) o cancelamento do contrato com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) de estudos para a privatização da Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso).

Para o diretor-presidente da Deso, Carlos Melo, a melhora no serviço prestado pela companhia fez com que ela se solidificasse e crescesse perante a sociedade sergipana. “Investimentos foram feitos, e hoje quase toda população sergipana tem acesso a água potável e mais que dobramos a capacidade de cobertura de coleta e de esgotamento sanitário. Isso fez com que a Deso crescesse perante a sociedade e fosse reconhecida como um serviço prestado” afirmou.

“É um momento histórico. Fico com a consciência tranquila porque estou fazendo o que sempre fiz na minha história, defender o meu estado, o meu país e esses trabalhadores, até porque foi nosso governo que fez um concurso que levou a contratação de quase 700 novos trabalhadores. Tomei uma posição para manter o patrimônio do estado, dos trabalhadores e da gente sergipana. Com esse ofício, suspendo o contrato e acabo com essa história de estudos e privatização da Deso”, defendeu o governador.

A decisão do governador Jackson Barreto traz alívio para os 1.711 funcionários e as centenas de prestadores de serviço da Companhia.

 

Moda de aparelhos ortodônticos pode causar danos irreversíveis e até perda de dentes

Mais da metade dos vereadores de Aracaju pode se candidatar a deputado nas Eleições 2018

Previous Moda de aparelhos ortodônticos pode causar danos irreversíveis e até perda de dentes
Next Valdeilson dos Santos, o Dedé, é morto em operação no Rio de Janeiro