O novo sotaque da nova Forneria


Chef italiano assume as pizzas da casa e um choroso ‘Aroldo não sabe nem brincar’ já começa a ecoar 

Gennaro Cannone é um italiano com gingado carioca e muita história na gastronomia. Com passagens pela França, Egito, Holanda e Bélgica, trabalhou como chef executivo do Alessandro e Frederico, e na abertura e manutenção de uma das melhores e mais premiadas pizzarias do Rio de Janeiro, a Cappricciosa. ‘Sim, e daí?!’

E daí que essa experiência de 44 anos foi agora convidada por Aroldo (leia-se Forneria e La Távola), em seu papel de mecenas da arte gastronômica, pra fazer parte da nova Forneria, do Garcia, que já contava com a qualidade do chef padeiro Silvio, e agora recebe o mestre pizzaiolo Genaro. Messi e Cristiano Ronaldo num mesmo time.

No salão, Gennaro circula, Gennaro conversa, olha no olho do cliente, tem carinho e transmite isso para as pizzas que faz. ‘Uma boa farinha, um bom azeite, um bom pelato e uma boa muçarela é o segredo de uma bona pizza. Me espera, me espera’.

Gennaro volta com uma pizza linda com presunto de parma cortado fininho, rúcula, um molho de tomate vivo e uma massa pra lá de gostosa. Depois volta com outra com shitake, brócolis, salame picante italiano e muçarela. E depois outra… Gennaro, qual o nome dessa? – “pode colocar o nome que você quiser.”

O forno, ao vivo, teve sua construção orientada por ele. ‘É una Ferrari’. E aí de quem disser que é um Audi. ‘Una Ferrari!’. E realmente é. Em um minuto e meio a pizza entra e sai. ‘Coma assim com a mão, como um pastel’.

O filósofo grego Heráclito, considerado o pai da dialética, dizia que um homem não entra no mesmo rio duas vezes. “Nem o rio é mais o mesmo rio, nem o homem é mais o mesmo homem”.

As pizzas em Sergipe não serão mais as mesmas, e como isso é bom.

A nova Forneria fica na rua Cherobina de Carvalho Pinto, em frente a Fuego Churrascaria.

 

 

Previous Abra a porta com Galinha e vá no Boteco da Lú
Next Corretores poderão parcelar anuidade em cartão de crédito