Agentes da SMTT denunciam irregularidades no órgão de trânsito


Foto: divulgação

Os servidores estão fazendo greve branca

Uma série de irregularidades foi apontada através de denúncia dos agentes de trânsito da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito de Aracaju (SMTT). De acordo com eles, não há cones para sinalização das ruas, coletes para os profissionais, tintas para faixas de trânsito e fitas zebradas de sinalização. Além da falta de materiais, houve uma diminuição da arrecadação. O salário dos agentes também está atrasado. A insatisfação é grande entre os servidores, que buscam melhorias no trabalho. Eles estão fazendo greve branca, ou seja, uma cessação coletiva a fim de obter melhorias de condições de trabalho.

Ainda de acordo com denúncia, houve uma queda no número de autuações. Os agentes realizavam em média 200 mil por mês. Atualmente, foi informado que eles realizam apenas 15 mil por mês. Segundo o superintendente da SMTT de Aracaju, Aristóteles Fernandes, o índice não é considerado acentuado como relata a denúncia, ele declara que houve pouco mais de 30% no número de autuações em 2017, em comparação com o ano anterior. A realidade enfrentada pela categoria é grave, acarretando no mau rendimento do trabalho dos servidores. A SMTT ressalta que a atual gestão está empenhada em melhorar as condições de trabalho dos agentes de trânsito e informa que houve a aquisição de novos equipamentos de comunicação, novos coletes, novos capacetes, troca de veículos utilizados como viaturas, além de alegar que não há falta de insumos necessários ao trabalho de rotina. Mas até agora os agentes não viram nenhuma mudança acontecer.

Aristóteles Fernandes reconhece que há pontos a serem melhorados e que tem ciência dos pedidos da categoria. Ele informa que o diálogo entre a atual gestão e os profissionais é constante. Mas ressalta que, devido ao atual cenário econômico brasileiro e às condições financeiras e administrativas deixadas pela antiga gestão da Prefeitura de Aracaju, as demandas serão atendidas em médio prazo. Sobre o pagamento dos agentes de trânsito, o superintendente informa que o mesmo ocorre seguindo o calendário da prefeitura.

 

Leia mais:

Justiça bloqueia bens do ex-vereador Jailton Santana

Eduardo Amorim: “Oposição unida para salvar Sergipe”

Previous Racismo à sergipana
Next Encontro Regional vai debater inovações das emendas constitucionais