Juiz da 2ª. Vara Criminal aceita mais uma denúncia oferecida pelo MP contra João e Ana Alves


O juiz da 2a. Vara Criminal,  Alexandre Magno Oliveira Lins recebeu a denúncia contra João Alves Filho (DEM), Marlene Calumby, José Carlos Machado (PSDB), Etelvina Francisca Santos Apolônio (chefe de Gabinete de João) e Agamenon Sobral, pela prática de organização criminosa e Ana Maria do Nascimento Alves (DEM) e Bruno Alonso Santos (empregado do DEM) por embaraçar a investigação iniciada pelo Ministério Público. Esse é o terceiro processo (nº 201721200923), de um total de três que tramitam na 2a. Vara Criminal, contra esses e outros réus.

O Ministério Público elaborou a denúncia contra os sete réus e o processo só se inicia quando o juiz recebe a denúncia. Caso ele rejeitasse a denúncia, a ação penal haveria a possibilidade de absolvição sumária dos réus, o que não ocorreu. Se houvesse insuficiência de provas para o recebimento da denúncia o juiz poderia recusar o recebimento. A agora foi dado o prazo de 10 dias para a defesa dos réus se manifestar e assim prosseguir a ação penal.

As provas neste e nos outros dois processos são robustas, tanto as que comprovam o peculato, quanto a organização criminosa. Por último, o processo que cuida dos réus Ana Alves e Bruno Alonso, as provas periciais demonstram que houve tentativas de impedir que o MP produzisse as provas testemunhas, através dos depoimentos dos acusados e testemunhas.

 

Previous Mori já pode pedir música no Fantástico
Next OPERAÇÃO TUBARÃO: Denarc cumpre 29 mandados de prisão contra traficantes da zona sul