Jackson Barreto é reprovado na prova final da Educação Pública


Em 2017 o governo Jackson Barreto levou do magistério da rede estadual a nota 0,8. Pelo segundo ano consecutivo o governo estadual tem a menor nota registrada pela Prova Final da Educação Pública que começou a ser aferida em 2007.

O não reajuste do piso por quatro anos consecutivos, o fechamento de turmas do ensino fundamental, a imposição de um modelo de ensino médio em tempo integral sem ouvir as comunidades escolares, a falta de diálogo do gestor da Educação com os professores, as precárias condições de trabalho dos professores e professoras, o atraso no pagamento das aposentadorias e pensões levaram o magistério da rede estadual a avaliar em 0,8 o governo Jackson Barreto.

“A destruição da carreira, parcelamento do pagamento dos aposentados e demais servidores, péssimas condições de trabalho, ausência de diálogo e discussão de projeto pedagógico fazem parte do conjunto de coisas que o governo Jackson tem feito na gestão da Educação que resulta nessa nota”, avalia a presidenta do SINTESE, Ivonete Cruz.

Previous SINTESE avalia a educação dos municípios e 46 prefeitos são reprovados
Next Governo lança edital para PM, Bombeiro e delegado de polícia