Gestão de Edvaldo é reprovada por 69% dos aracajuanos


Nas vésperas de fechar seu primeiro ano em sua terceira gestão à frente da Prefeitura de Aracaju, o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) teve seu desempenho pesquisado pelo Dataform entre os dias 11 e 15 de dezembro de 2017. Na oportunidade, o instituto realizou consulta em 25 cidades sergipanas com o intuito de apresentar um panorama sobre as eleições marcadas para outubro de 2018, nos âmbitos nacional e estadual.

E dentre as entrevistas realizadas, 438 foram feitas em Aracaju, capital do estado e maior colégio eleitoral sergipano. Com margem de erro de 5%, para mais ou para menos, no caso específico da avaliação do prefeito, a pergunta apresentada pelo Dataform foi como cada entrevistado avaliava o desempenho de Edvaldo Nogueira enquanto gestor no comando administrativo aracajuano.

Para obter tal avaliação, os entrevistadores ofertavam aos entrevistados cinco opções distintas: ótimo; bom; regular; ruim; e péssimo. O resultado, portanto, foi extraído através do formato estimulado de pesquisa de opinião, quando são ofertadas possibilidades definidas e de respostas a determinado questionamento.

AMPLA DESAPROVAÇÃO

Com essas premissas técnicas, o Dataform apurou que a imensa maioria da população aracajuana considera que Edvaldo, enquanto prefeito, merece reprovação em seu primeiro ano do atual mandato na prefeitura. Para 60% dos entrevistados, o desempenho dele é considerado “Péssimo”, segundo o instituto.

Já para 20% das pessoas ouvidas na pesquisa, Edvaldo faz uma administração apenas “Regular”. As avaliações “Bom” e “Ruim” alcançam o mesmo índice percentual cada uma: 9%. Por fim, apenas 2% dos aracajuanos consideram que o desempenho de Edvaldo na prefeitura pode ser considerado “Ótimo”, sempre segundo os números obtidos conforme as opiniões manifestadas pelos entrevistados.

A partir dos dados constatados pela pesquisa Dataform, o prefeito da capital sergipana é reprovado de maneira veemente por nada menos que 69% dos entrevistados – o que representa a soma das repostas “Péssimo” e “Ruim”. Como outros 20% dos consultados avaliam o desempenho de Edvaldo como sendo apenas “Regular”, é possível depreender que atual administração não contempla as expectativas de 89% do eleitorado consultado, restando ao gestor a efetiva aprovação de 11% dos consultados que, somados, avaliam o gestor como “Bom” (9%) e “Ótimo” (2%).

Mendonça diz que gestão de Jackson é ruim e descarta aliança com Amorim

 

Previous Mendonça diz que gestão de Jackson é ruim e descarta aliança com Amorim
Next Exoneração de comissionados não apaga crime de peculato