Delegada que atuou no Lava Jato será superintendente da PF em Sergipe


Delegada Érika Mialik Marena (centro) foi representada pela atriz Flávia Alessandra (dir.) no filme sobre a Lava Jato

A delegada Érika Mialik Marena será a nova superintendente regional da Polícia Federal em Sergipe. A decisão foi tomada pelo diretor-geral da PF, Fernando Segovia.

Segundo investigadores, a delegada terá uma “super missão” em Sergipe, já que o estado tem os piores indicadores de sucesso no combate ao crime organizado, de acordo com ranking interno do órgão.

Erika Marena atuou na Operação Lava Jato até o final de 2016, quando deixou a força-tarefa para chefiar a área de combate à corrupção e desvios de verbas públicas da superintendência da PF em Santa Catarina. Lá, a delegada atuou na Operação Ouvidos Moucos, que apura supostas irregularidades na gestão de recursos da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e que levou à prisão o então reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Luis Carlos Cancellier.

 

Presidente do DEM está no Presídio Feminino em Nossa Senhora do Socorro

Publimídia assume departamento comercial do Cinform

Previous Líder da Organização Criminosa e outros integrantes podem ser presos na próxima semana
Next PRISÃO PREVENTIVA: Ana Alves está em cela compartilhada com mais três detentas