Conversa de Ana Alves com Georgeo Passos sobre “fantasma” está no processo


As trocas de mensagens via whatsapp entre o vereador de Ribeirópolis, Max de Zé de Toinho e a presidente do DEM, Ana Maria do Nascimento Alves  consta na denúncia que o Ministério Público ofereceu na 2a. Vara Criminal de Aracaju, na apuração do crime de obstruir investigação de organização criminosa.

As mensagens versam sobre Valter, marido de Marinalva, servidora “fantasma”, que compareceu ao Ministério Público e prestou depoimento admitindo que na Prefeitura de Aracaju existia um esquema de comissionados que ganhavam sem trabalhar. Ele também teria contado tudo aos promotores sobre orientações de Ana Alves para mentir perante o interrogatório. Ana chega a escrever: “Meu deus do céu que Valter doido do cão, cagou tudo”.

Em outra mensagem pelas redes sociais a presidente do DEM conversa com o deputado Georgeo Passos, filho do prefeito de Ribeirópolis, Antônio Passos. O parlamentar cumprimenta Ana e marca para ligar no dia seguinte. Depois, ele pergunta se o rapaz (Valter) é o de Nossa Senhora Aparecida. Ana responde ao deputado: “VALTER de APARECIDA me causou um problema no MPE”.

Max de Zé de Toinho. Vereador de Ribeirópolis
Previous Etelvina Francisca, chefe do Gabinete de João Alves, é denunciada por organização criminosa
Next Danilo Almeida, filho do secretário da saúde, era "fantasma" na Casa Civil