VAI CORINTHIANS. Timão vence e é 7 vezes campeão brasileiro


Reprodução da Internet

O maior vencedor da Era dos pontos corridos, o Corinthians tornou-se campeão brasileiro de 2017, com três rodadas de antecedência, após derrotar o Fluminense por 3 x 1, na Arena em Itaquera, com dois gols de Jô, um de Jadson e Henrique descontou para os cariocas. O Timão é heptacampeão (7 vezes), ao atingir 71 pontos e não pode mais ser alcançado pelo vice-líder Grêmio, que tem 61.

Mais uma vez, o que parecia fácil para o Corinthians virou drama. Se a conquista da Série A 2017 era uma questão de pouco tempo, após um 1º turno impecável, as atuações no 2º deixaram o hepta em dúvida. Nesta quarta (15), no jogo do título, o alvinegro saiu atrás, mas virou o placar.

Logo a 1 minuto, Marcos Junior cobrou escanteio, a zaga vacilou e Henrique cabeceou à queima-roupa para fazer Fluminense 1×0. Também pelo alto, quatro minutos depois, Pablo tentou o empate, mas a bola subiu demais. O Corinthians pressionava em busca do empate, mas não conseguia levar perigo ao gol de Diego Cavalieri.

Do outro lado, o Flu chegava bem. Aos 21, Henrique Dourado cruzou, Gustavo Scarpa cabeceou mas Pablo salvou com o peito. Os paulistas só responderam aos 30. Romero achou Fagner bem posicionado e o lateral chutou com força, mas Jô não chegou a tempo de completar para o gol.

Os cariocas chegaram outra vez pelo alto. Scarpa levantou e Reginaldo cabeceou estranho. Ainda assim, Caíque precisou intervir, mandando para escanteio. Aos 45, Clayson tentou de bicicleta, mas a zaga tirou. Um minuto depois, o meia levantou na área, Jô usou a cabeça, mas, novamente, a bola passou por cima do gol do Fluminense.

Veneno

Na volta do intervalo, os cariocas provaram do próprio veneno. E com juros e correção monetária. Com 1 minuto, Clayson levantou na área e Jô empatou. A festa em Itaquera começou para não mais parar. Dois minutos depois, Clayson meio cruzou, meio chutou, a bola bateu no travessão e Jô marcou seu 18º gol no campeonato, virando o placar: 2×1.

O pesadelo do primeiro tempo havia virado sonho logo no início do segundo, para a alegria da torcida corintiana, incluindo o ex-atacante Ronaldo, presente num camarote do estádio.

O Flu resolveu sair para o jogo e tentou de longe, primeiro com Wendel e, depois, com Scarpa. Rodriguinho respondeu, mas Cavalieri fez boa defesa. Aos 37, o alvinegro apertou. Em jogada no ataque, a bola sobrou para Jadson, que bateu colocado, mas ela foi na trave carioca. Foi o ensaio. Dois minutos depois, o emia bateu cruzado, da direita e fez o terceiro corintiano.

A festa começou ali mesmo. Mas a fumaça dos sinalizadores acabou interrompendo o jogo e adiando o apito final. Só um protocolo para a festança alvinegra.

Previous Polícia Federal vai investigar incêndio criminoso na Caixa do Siqueira Campos
Next Comércio funcionará em novo horário para compras do fim de ano