Adriano Correia, da empresa Queiroz Correia é conduzido coercitivamente em Itabaiana


Adriano Correia,  engenheiro da Petrobras, foi conduzido coercitivamente para prestar depoimento na PF. A empresa dele, Queiroz Correia e Companhia Ltda é suspeita operacionalizar o recebimento parte dos R$ 7 milhões em propina por outra empresa de engenharia, entre setembro de 2009 e março de 2014. A Queiroz Correia que funciona na Rua Barão do Rio Branco, nº. 226, centro, Itabaiana está inscrita no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica sob o nº;  14. 512.821/0001-11 é apontada como empresa de fachada. A Queiroz Correia funciona no papel com múltiplas atividades e os telefones indicados na Receita Federal não atendem.

Entre as inúmeras atividades constam: 1)Obras de fundações, instalação e manutenção elétrica – 2) instalação hidráulica, sanitária e de gás – 3)serviço de tratamento e revestimento em metais – 4) serviço de transporte de passageiros – 5) locação de automóveis com motorista – 6) locação de automóvel sem condutor – 7) perfurações e sondagens – 8) treinamento em desenvolvimento profissional e gerencial – 9)instalação de máquinas e equipamentos industriais – 10)aluguéis de máquinas e equipamentos para construção sem operador, exceto andaimes, – 11) recuperação e manutenção de equipamentos eletroeletrônicos de uso pessoal e doméstico – 12) manutenção e reparação de máquinas e equipamentos para uso geral não especificado anteriormente -13) serviço de pintura em edifícios em geral – 14) atividades de limpeza não especificada anteriormente – 15) atividades paisagísticas – 16) serviço de engenharia – 17) aluguel de outras máquinas e equipamentos comerciais e industriais não especificada anteriormente, sem operador – 18) outras obras de acabamento de construção – 19) obras de alvenaria – 20) limpeza em prédios e domicílios.

Um dos donos foi conduzido agora de manhã, coercitivamente pela equipe da Polícia Federal até a sede da Superintendência. Na PF o empresário vai ser interrogado pela delegada federal, Mônica Horta. O dono da Queiroz Correia vai explicar como funciona o esquema com a Transpetro e porque essas atividades inscritas junto à Receita Federal renderam tantos pagamentos.

Previous Polícia Federal cumpre mandado da Lava Jato em Itabaiana
Next Traficante de drogas é preso na Atalaia por policiais militares