Câmara passará por vistoria após denúncia sobre desabamento


 

Diretoria do Patrimônio Histórico Estadual visitará  prédio esta semana

A Diretoria do Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural (DPHAC), ligada à Secretaria de Estado da Cultura, afirmou que irá realizar, nesta semana, uma vistoria na sede da Câmara Municipal de Aracaju (CMA). A visita técnica ocorre após denúncia de que o prédio corre risco de desabamento.

Segundo Marcos Paulo Carvalho Lima, diretor da DPAHC, a equipe técnica da diretoria irá elaborar um relatório apontando as adequações que devem ser feitas pelo representante legal da Casa, o presidente Nitinho Vitale (PSD).

Marcos Paulo explica ainda que o prédio que sedia a Câmara Municipal de Aracaju pode sim passar por reformas externas. Ele contradiz a informação dada pela assessora da Câmara, Alexandra Brito, de que as reformas só poderiam ser feitas na parte interna do prédio. “Por se tratar de um patrimônio tombado pelo Estado de Sergipe, o projeto de reforma do prédio precisa ser aprovado pelo órgão e atender alguns requisitos, como a não descaracterização da arquitetura original”, explica.

Em entrevista ao CINFORM, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Sergipe (CREA/SE) disse que aguarda a Defesa Civil Municipal para também realizar uma vistoria no prédio localizado no centro da capital. No entanto, a Defesa Civil só fará a vistoria após a solicitação da Câmara Municipal, ou de denúncias feitas através de ofício ou pelo número 199.

O prédio centenário foi inaugurado no ano de 1872 para abrigar o Colégio Atheneu Sergipense, mas, ao longo dos seus 145 anos, também sediou a Biblioteca Pública do Estado e a diretoria do Tesouro do Estado. Até que, em 1989, a Câmara Municipal de Aracaju foi transferida para o prédio no Parque Teófilo Dantas.

Pesquisa Dataform: o mais completo panorama para as próximas eleições

Previous Pesquisa Dataform: o mais completo panorama para as próximas eleições
Next Tarantela assume PEN, é candidato a governador, apoia Bolsonaro e detona Jackson