A marca de Edvaldo Nogueira é a falta de transparência, diz Kitty Lima


A vereadora Kitty Lima (Rede) voltou a classificar a gestão de Edvaldo Nogueira como obscura e encoberta quando o assunto é de ordem financeira. Segundo a parlamentar, a falta de transparência do projeto de empréstimo de R$ 100 milhões junto à Caixa e  a utilização do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) como garantia, sem explicações razoáveis e convincentes nos remete a reprovar esse estilo de administrar.

Para kitty Lima,  faltaram argumentos ao secretário da Fazenda municipal e isso é sinal de que não há clareza no Governo Edvaldo Nogueira. “Eu queria que Jefferson Passos explicasse para aos vereadores, todos os pontos que envolvem esse empréstimo, principalmente no que se refere às condições do município em arcar com as consequências desse crédito, como o pagamento das parcelas, juros que serão cobrados e as garantias que serão dadas ao banco de que esse débito será quitado.

Lima lamentou a deserção do secretário que decidiu não comparecer para apresentar as justificativas sobre o empréstimo. “Infelizmente o secretário não respondeu e nem deu as caras por aqui. Essa postura só reforça o que eu já venho dizendo há algum tempo, a gestão de Edvaldo Nogueira não é transparente”, disse Kitty.

Faltou informação e transparência. Sou a favor de que as obras aconteçam, Aracaju precisa delas porque são fundamentais para o municípios, mas não posso aprovar um projeto que foi apresentado de forma tão insegura como foi feito. Jefferson Passos desprezou a chance que a prefeitura tinha para demonstrar à população que este projeto não vai prejudicar as finanças da prefeitura nem a vida dos aracajuanos”., finalizou a vereadora.

.

Previous Aposentadoria de quem contribui por 15 anos cai de 85% para 60% com reforma
Next Investimentos no baixo são francisco beneficiará 1500 produtores