Vereador Henrique responsabiliza prefeita de Monte Alegre pela crise do município


Prefeita Nena. “A crise de Monte Alegre assusta”

A denúncia é do vereador Henrique de João Gogó, que em março alertou sobre o problema à Comissão do Sindicato dos servidores públicos, em reunião na Câmara Municipal de Monte Alegre. “A Prefeita folha de pagamento do município subiu para R$ 200 mil/mês”.

O mais estranho, segundo o vereador, é que a prefeita mandou publicar no diário oficial do município do dia 17 de setembro a requisição de um servidor da cidade de Canindé, com ônus para Monte Alegre. Se a prefeita nomeou no início da gestão de forma desordenada e aumentou de 77 para 143 o número de comissionados, não pode trazer servidor de outro município.

Os servidores que perderam seus cargos de confiança não receberam salários, férias proporcionais, 13º. proporcionais e não sabem quando a prefeitura vai pagar, protestou Henrique. O reflexo dessa situação, disse o vereador, é que esses pais de família estão endividados, devendo ao comércio e sem poder negociar suas dívidas.

O parlamentar responsabiliza a prefeita Nena de Luciano por causar essa crise no município, ao implementar uma gestão temerária para os cofres públicos. Na condição de vereador irei continuar denunciando e fiscalizando os atos da prefeita. Vou cobrar providências para que Monte Alegre possa sair dessa crise sem precedentes, finalizou Henrique.

Leia mais

Veja vídeo de Eunice Dantas. Ela fala sobre
exoneração de delegados e diligências da PF

 

Previous Saúde Municipal troca efetivo por terceirizados e contrata Multiserv sem licitação
Next Alugar imóvel ou comprar financiado? Faça os cálculos e veja o que é melhor