SergipeTec disponibiliza Laboratório de Eletroeletrônica e Robótica


Laboratório é ofertado para estudantes, profissionais e empresas

Visando gerar e promover o desenvolvimento científico, tecnológico e de negócios local e regional, o Sergipe Parque Tecnológico (SergipeTec) atua nas áreas de Biotecnologia, Energia e Meio Ambiente, Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), e Socioeducacional, através do fomento às atividades de pesquisa e de ensino, de apoio a empreendimentos de base técnica e industrial, e da gestão compartilhada de recursos humanos, materiais, físicos e técnicos, direcionados ao desenvolvimento social, institucional, econômico, da cidadania e da qualidade de vida.

Nesse sentido, Vitor Vaz, gestor de Projetos Sociais do SergipeTec, explica que as iniciativas e projetos desenvolvidos pelo Parque Tecnológico são planejados e executados de maneira sistêmica, integrando o Estado, academia e empresas, de forma a construir e interligar redes de relacionamentos entre agentes atuantes em Inovação, Ciência, Tecnologia e Negócios.

“Por isso, é fundamental nos engajarmos e apoiarmos ações inovadoras ligadas à Ciência e Tecnologia, com o propósito de fortalecer e ampliar a interação com os protagonistas destes campos de atuação. Por exemplo, por meio do nosso Centro Vocacional Tecnológico [CVT], disponibilizamos à sociedade o nosso Laboratório de Eletroeletrônica [sala e equipamentos], com o intuito de capacitar estudantes e profissionais em Sergipe, e também desenvolver produtos e projetos empresariais em Eletrônica, Robótica, Automação e Microcontroladores. Tudo isso, está disponível tanto para as empresas instaladas no Parque, como também para empresas e instituições de fora [do SergipeTec e de Sergipe]”, esclarece Vitor.

Ainda de acordo com Vitor, o Laboratório é para a sociedade. “Por exemplo, a BK Telecom, empresa lotada no SergipeTec, já nos solicitou algumas vezes o laboratório para desenvolver produtos dela. Outras instituições que também utilizam o nosso espaço é a Universidade Tiradentes, em virtude do nosso convênio com o Departamento ‘Unit Carreiras’, que atende à demanda, principalmente, dos graduandos do Curso de Mecatrônica; além da própria Universidade Federal de Sergipe [UFS], por meio da nossa parceria com o ‘Projeto Irradiar’, do qual parte dos fundadores e diretores são integrantes do Grupo de Pesquisa em Robótica, da UFS, o ‘GPRUFS’”, enumera.

Seplag realiza licitação para compra de remédios

Prevenção e controle do câncer de boca podem salvar vidas

 

Previous Profissionais contam como é a carreira de medicina no dia do médico
Next Coreto desaba com estudantes durante sessão de fotos e deixa feridos na Boa Luz