Sergipe marca presença em maior evento do mercado imobiliário na América Latina


Sergipe no Enbraci

O ENBRACI aconteceu nos dias 5 e 6 de outubro, em Brasília

O Encontro Brasileiro de Corretores de Imóveis (ENBRACI) edição 2017, realizado nos dias 5 e 6 de outubro, superou todas as expectativas. Com uma programação extensa e composta por renomados palestrantes nacionais e internacionais, o evento contou com organização, disciplina e diversas oportunidades de interação entre os mais de 1.200 profissionais que participaram. A delegação sergipana marcou presença assistindo a todas as palestras e voltou com uma bagagem de conhecimentos e de novos relacionamentos. “Sem dúvidas, esses últimos dias foram de grande valia para nosso aprimoramento profissional e pessoal. O Sistema Cofeci-Creci* está de parabéns por ter inovado em cada detalhe, mantendo o cuidado e profissionalismo de sempre”, ressaltou o presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Sergipe (Creci-SE), Sérgio Sobral.

Diferente das demais edições do evento, que contaram com palestras e oficinas simultâneas, o ENBRACI deste ano concentrou todos os participantes numa sequência de palestras com foco nas melhores práticas do mercado imobiliário nacional e internacional. No primeiro dia, os corretores tiveram verdadeiras aulas ministradas pelo jornalista Carlos Alberto Sardenberg, que falou sobre “A influência das reformas e da recuperação da economia no mercado imobiliário”, e pelo Ministro do TSE Tarcísio de Carvalho, que explanou sobre “O que esperar das Eleições 2018”. Também palestraram o brilhante Dado Schneider (“O mundo mudou bem na minha vez!”) e o economista Ricardo Amorim (“Como prosperar na crise?”). Finalizando a programação do dia, o presidente do Cofeci, João Teodoro da Silva, mediou o Painel Internacional com a participação de Thomas Riley (Saudação da NAR), Eleonore Rojas (GO Digital) e Sebastian Sosa, que conduziu o tema “As melhores pessoas fazem os melhores profissionais imobiliários”.

No segundo e último dia de evento, os corretores contaram com palestras de Nailor Marques (“Atitudes de empreendedor”), Gabriel Vilarreal (“Lições de Walt Disney para aumentar seu faturamento”), Peixoto Accioly (“Como sobreviver e ainda crescer no mercado imobiliário atual”), Paulo de Vilhena (“Como se tornar um corretor de sucesso – alto desempenho em vendas”), Geraldo Rufino (“Catador de sonhos”). No encerramento do evento, a entidade Reciclando Sons – projeto social que ensina música clássica para crianças e adolescentes carentes do lixão da Cidade Estrutural – emocionou a plateia com uma apresentação musical.

“Espetacular, sensacional”, definiu o empresário e corretor de imóveis Eduardo Leão. “O que mais me chamou a atenção foi a grandiosidade do evento e, junto a isso, a organização, o aparato de equipes. Tudo sem falhas e bem informatizado. O objetivo, que era agregar mais conhecimento através das palestras e dos representantes das empresas brasileiras e dos EUA, foi alcançado. Para mim, o melhor foi Ricardo Amorim, pois não só mostrou os índices atuais como também toda a história econômica do país. Agora a economia só tem a crescer. Resumindo, este ENBRACI foi de grande relevância para minha carreira e para mim, pois foram compartilhadas muitas informações privilegiadas que só quem participou sentiu”, observou o profissional.

Para Sérgio Sobral, que além de presidente do Creci-SE é diretor-secretário do COFECI, o ENBRACI foi um compilado de aulas sobre assuntos de interesse dos corretores de imóveis. “Esta nova apresentação do ENBRACI, com palestras sucessivas, foi excelente. Pudemos notar maior interação entre os participantes, maior troca de conhecimentos, ao mesmo tempo em que todos se concentraram nos temas explanados. Como sabemos, o corretor de imóveis tem a grande responsabilidade de realizar sonhos. É assim que movimentamos a economia. Então esses temas levantados durante o evento foram providenciais: economia, técnicas em vendas, comunicação e até mesmo crescimento pessoal. No atual contexto político e econômico, é importante aproveitar essa oportunidade de encontrar pessoas do Brasil inteiro e de outras partes do mundo para discutir os problemas e buscar soluções. O que diferencia um profissional regular de um profissional excelente é esta busca incansável por conhecimento, por troca de experiências, debates, estudos”, pontuou Sobral.

Previous Veja vídeo de Eunice Dantas. Ela fala sobre exoneração de delegados e diligências da PF
Next Pode encerrar 2017