Creci-SE capacita Delegados Regionais que atuarão no interior sergipano


Os corretores foram orientados pelo assessor jurídico do Conselho, o advogado Walber Muniz

Nesta última terça-feira, 24, o Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Sergipe (Creci-SE) reuniu os delegados regionais que foram empossados para representar a instituição nos municípios sergipanos que possuem maior atividade de corretagem. O encontro contou com a participação do presidente Sérgio Sobral, dos diretores Hunaldo Lima e Samuel Chagas e do superintendente Geraldo Maia, além do assessor jurídico do Conselho, o advogado Walber Muniz. Na oportunidade, os delegados foram atualizados sobre todas as ações que vêm sendo desenvolvidas pelo Creci-SE e orientados sobre como podem atuar para aproximar a categoria do Conselho.

“O objetivo é estreitar a relação com os corretores de imóveis. Além disso, os delegados poderão auxiliar na intensificação da fiscalização, principalmente no combate ao exercício ilegal da profissão”, explicou Geraldo Maia. Os corretores empossados são Pedro Marcelo da Silva Siqueira (Estância), Carlos Alberto Santana (Itabaiana), Fred José Meneses dos Santos (Lagarto) e Antônio Fernandes Dantas Britto (Propriá). Inicialmente, os delegados serão responsáveis por contribuir com o trabalho do Creci nesses municípios e arredores, mas outros corretores que se adequem ao preenchimento do cargo podem vir a ser delegados ou membros de grupos de trabalho e comissões, por exemplo.

O Creci dispõe de agentes de fiscalização que atuam em prol de um mercado mais seguro, e também conta com uma diretoria atuante, que busca empreender ações que aprimoram e qualificam os corretores interessados. “Nós vimos a necessidade de buscar o apoio de corretores dispostos a representar o Conselho nessas regiões em que a atividade de corretagem desenvolve cada vez mais. Esses corretores que assumiram a função de delegados regionais têm uma grande responsabilidade pela frente. Estamos confiantes de que esta iniciativa alcançará seus objetivos principais: combater o exercício ilegal e aproximar o Conselho e a classe”, destacou o presidente do Creci-SE, Sérgio Sobral.

“Tivemos essa primeira reunião hoje com o Conselho, oportunidade em que fomos orientados, e em breve pretendo realizar um encontro com os colegas corretores em Lagarto. Nós temos um objetivo em comum, que é atender bem a toda a sociedade. A cidade vem se desenvolvendo muito, está em expansão: Faculdade, Universidade, construtoras chegando… E existem, infelizmente, contraventores na região. Já estamos precisando de um reforço neste sentido também. Com essa função de delegado, podemos colaborar com a Fiscalização, por exemplo”, resumiu Fred Meneses, corretor de imóveis e agora delegado regional responsável pelo município de Lagarto.

Responsabilidades
O corretor de imóveis que assume a função de delegado regional é responsável por representar o Creci-SE no município de sua jurisdição e arredores, devendo cumprir e fazer cumprir a Lei nº 6.530/78, que rege a profissão, o Decreto nº 81.871/78, o Código de Ética Profissional e os Atos, Portarias e Normas de Serviços do Conselho. É seu papel também ser porta-voz do órgão junto aos colegas corretores de imóveis, além de orientar e assistir a fiscalização quando esta estiver atuando nos municípios de sua região.

Toda e qualquer irregularidade constatada em sua área de atuação deve ser denunciada ao Coordenador de Fiscalização do Conselho. A critério do Presidente, o delegado deve ainda representar o órgão, quando necessário, junto às autoridades constituídas da cidade (juiz, promotor e delegado de polícia). Vale frisar ainda que é importante que o delegado apresente à Diretoria do Conselho sugestões e necessidades específicas acerca dos fatos peculiares à sua região, e proponha temas para reuniões, cursos e palestras.

15

Previous Queijos de Sergipe são prata e bronze no III Prêmio Queijo Brasil
Next Cantora Joanna realiza show beneficente hoje em Aracaju