Condenado a 6 anos de prisão por tráfico é encontrado morto na Av. Euclides Figueiredo


Rafael Jonathas de Mendonça Menezes,  condenado a 6 anos de prisão por tráfico de drogas, foi encontrado morto dentro do carro, na avenida Euclides Figueiredo. De acordo com tenente-coronel Vivaldy Cabral, comandante do Policiamento Militar da Capital, há suspeitas de que a vítima seria motorista de Uber.

Motoristas de Uber foram consultados e  todos declararam que desconheciam Rafael Jonathas. Uma das exigências para se cadastrar e ter o nome aprovado na Uber, é apresentar documento que comprove que o pretenso candidato a dirigir não tem antecedentes criminais.

Rafael foi encontrado morto dentro do carro próximo a um posto de gasolina da região. Ainda de acordo com o comandante, ele estava em liberdade condicional após ser preso por tráfico.

A ação penal promovida pelo Ministério Público foi processada e  julgada na 4a. Vara Criminal. Rafael foi preso em flagrante e permaneceu em custódia até o julgamento

SENTENÇA DE RAFAEL

Julgo PROCEDENTE EM PARTE a pretensão punitiva do Estado, CONDENANDO o réu RAFAEL JONATHAS DE MENDONÇA MENEZESnas reprimendas do art. 33, caput da Lei nº 11.343/2006.

Fixo a pena base em 06 (seis) anos de reclusão, mais 600 (seiscentos) dias-multa.

Presente a minorante do art. 33, §4.º, Lei n.º 11.343/2006, reduzo a pena em 1/4 (um quarto), alcançando o total de:                                                                                                                              04 (quatro) anos e 06 (seis) meses de reclusão, além de 450 (quatrocentos e cinquenta) dias-multa, que, na falta de outras circunstâncias, torno definitiva.

 

Previous Veja vídeo da Operação Luz da Infância. Pedófilos são presos
Next Especialistas avaliam os serviços ofertados pelos planos de saúde